Avaliação da qualidade da água de autodepuração


Serviço/Cidade:
Montes Claros de Goiás, Montes Claros de Goiás, GO
Nome do responsável:
Raquel Pinheiro Reis Souza Ramalho, Paulo Sérgio Scalize, Poliana Nascimento Arruda, Eduardo Queija de Siqueira, Paulo Roberto Fernandes de Araújo, Saulo Bruno Silveira e Souza

A autodepuração é a capacidade de um rio em transportar e transformar a carga orgânica lançada no mesmo. Nesta pesquisa objetivou se avaliar essa capacidade do Córrego Salobinha o qual receberá o efluente tratado na estação de tratamento de esgotos (ETE) da cidade de Montes Claros de Goiás. Concluiu-se que a qualidade do Córrego Salobinha é boa e que possivelmente conseguirá assimilar os efluentes da futura ETE sem que os padrões ambientais sejam ultrapassados a jusante do lançamento em termos de OD.

DOWNLOAD
ASSEMAE © 2017 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação