30 de Maio, 2017

Efeitos negativos da privatização serão abordados

O painel vai explicar a tendência global de remunicipalização dos serviços de saneamento. 

 A eficiência da gestão pública na área de saneamento básico e a tendência de remunicipalização dos serviços do setor serão debatidas no 47º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae, em Campinas (SP). Agendado para a quarta-feira, 21 de junho, o segundo painel do evento destacará os riscos da privatização dos sistemas públicos, considerando o saneamento básico como direito da população e não uma  fronteira a ser conquistada pelo mercado. 

Foram convidados para o debate gestores públicos e lideranças de organizações não governamentais, entre eles, o presidente da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Pedro Tabajara Blois Rosário, e o secretário regional para Interamérica da ISP em São Paulo, Jocélio Drummond. A experiência do município de Itu (SP), que sofreu por 10 anos os efeitos da privatização e remunicipalizou os serviços de saneamento para superar os problemas da iniciativa privada, será abordada pelo superintendente da Companhia Ituana de Saneamento (CIS), Vincent Menu.

Coordenado pelo vice-presidente da Assemae, Rodopiano Evangelista, o painel também contará com a participação do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) e ex-presidente da Assemae, Dieter Wartchow. Na ocasião, o palestrante lançará um livro que desmonta o discurso dos defensores da privatização ao elencar o efeito mercadológico deste setor. “Quando se almeja a privatização dos serviços de saneamento, fala-se em vender ou ‘dar’ para a exploração a parte rentável. De antemão fere-se um princípio fundamental, a integralidade no planejamento e na gestão dos serviços de saneamento básico. Não se pode nesta atividade essencial privatizar o lucro e socializar os prejuízos”, destaca.

Sobre o 47º Congresso da Assemae

O 47º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae ocorrerá de 19 a 22 de junho no Centro de Convenções Expo Dom Pedro, em Campinas (SP). O evento reunirá conhecimento, tecnologia e inovação, a partir de uma ampla programação de painéis, palestras, minicursos, apresentações de trabalhos técnicos e feira de saneamento básico. São esperados mais de três mil participantes, que representam municípios de todas as regiões do país.

A programação completa está disponível no site do Congresso, com os horários dos debates, temas e palestrantes confirmados. Os interessados devem se inscrever pelo endereço www.assemae.org.br/congressonacional. A inscrição garante acesso a todas as atividades do evento, além de material de apoio e certificados.

Última modificação em Sexta, 02 Junho 2017 16:41
Mais nesta categoria:

ASSEMAE © 2016 | Todos os direitos reservados