14 de Fevereiro, 2017

Dmae Uberlândia investe em melhorias de ETEs

O Dmae investiu em equipamentos e processos para minimizar os odores emitidos nas ETEs.

O Dmae de Uberlândia continua investindo em equipamentos e processos para minimizar os odores emitidos pelas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) Uberabinha e Aclimação. Neste mês foi retomado o uso do desodorizador, iniciada a aplicação de um novo produto a base de sal de ferro e nos próximos dias será instalado um aparelho para monitoramento online da emissão de gases.

O desorizador é um equipamento que emite uma espécie de "perfume" - composto que neutraliza e minimiza o mau cheiro inerente ao processo de tratamento do esgoto. São instalados aspersores (espécie de chuveirinhos) no entorno dos reatores que fazem a pulverização. "Esse processo alivia o desconforto dos funcionários da estação bem como da população dos bairros próximos", disse Marcelo Costa, gerente de tratamento de esgoto.

Outra ação é a utilização de sal de ferro, componente químico que age na etapa inicial do tratamento do esgoto, de forma preventiva, ajudando a neutralizar a emissão de gás sulfídrico - gás de odor semelhante a ovo podre. "Esse componente, o sal de ferro, tem uma ação bem efetiva no tratamento do esgoto".

As ações feitas pelo Dmae já são sentidas pela população como é o caso do Romualdo Mathias Filho, morador do bairro Taiaman. Ele havia utilizado as redes sociais para manifestar seu descontentamento. O Dmae já estava monitorando a emissão e os engenheiros mantiveram contato com o Romualdo explicando a ele sobre a utilização do desodorizador. “Desde o dia que conversei com o técnico e ele me falou que iriam usar um aerosol, não senti mais o mau cheiro”, conta o morador. Em uma recente vistoria dos órgãos ambientais, também foi constatado que a emissão de odores estava dentro dos padrões previstos para esse tipo de operação. “Obviamente não é possível acabar com toda a emissão de odor, mas nós trabalhamos continuamente para diminuir os impactos”, afirmou Marcelo Costa.

Monitoramento

Para aprimorar ainda mais os sistemas de controle de emissão de gases, nas próximas semanas, será instalado um aparelho na ETE Uberabinha para monitorar os níveis de gás sulfídrico no ar. As informações geradas serão acessadas em tempo real pela equipe do Dmae para aperfeiçoar e otimizar a aplicação dos produtos químicos. "Outra vantagem desse equipamento será certificar se os possíveis odores nas proximidades são realmente oriundos da Estação de Tratamento de Esgoto ou de indústrias próximas, que também podem gerar mau cheiro", disse Marcelo Costa.

Fonte: Dmae Uberlândia

Última modificação em Terça, 14 Fevereiro 2017 17:12
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação