03 de Julho, 2017

Semae Leopoldense inicia troca de comportas

As trocas de comportas nas Casas de Bombas custará R$ 233 mil.

Quando o rio está baixo, as comportas inferiores da casa de bombas fazem com que as águas da cidade escoem para o leito do rio por gravidade. Mas quando o nível do rio está alto, as comportas automaticamente se fecham e impedem que água do leito do rio invada a cidade e provoque inundações. Em situações de muita chuva e de nível elevado do rio dos Sinos, as águas são escoadas de dentro da cidade por bombeamento das bombas de drenagem. Hoje a Casa de Bombas da João Correa tem 5 bombas, de 7 bombas instaladas, em funcionamento. No início do ano, apenas uma delas estava em funcionamento. As duas bombas instaladas e que fora de ação, estão passando por manutenção do Semae.

Todo o serviço de manutenção das comportas tanto na João Correa quanto no Arroio Cerquinha, na Campina e na Casa de Bombas do Ginásio Municipal custará R$ 233 mil de recursos próprios do Semae. 

O lançamento das obras será na terça-feira, 4 de julho, às 15h30min, na casa de bombas do Semae no final da avenida João Correa, Vicentina.

A previsão de conclusão da substituição de todas comportas das casas de bombas da cidade é de 60 dias. As Casas de Bombas da João Correa e da Campina são as que terão maior número de intervenções de manutenção. Apenas a Casa de Bombas da Rodoviária não terá substituição de comportas, mas também passará por um processo de manutenção.

Casas de bombas de São Leopoldo

João Correa – total de 14 comportas, 6 serão substituídas

Campina – total de 8 comportas, 2 serão substituídas

Cerquinha – total de 2 comportas, 1 será substituída

Rodoviária – total de 8 comportas, 6 passarão por manutenção

Ginásio – total de 8 comportas, 2 serão substituídas

Fonte: Semae São Leopoldo

Última modificação em Segunda, 03 Julho 2017 16:08
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação