01 de Agosto, 2017

Oficina de saneamento em Volta Redonda capacita municípios

O evento faz parte de convênio de cooperação técnica entre a Assemae e a Funasa.

De 24 a 28 de julho, representantes de diversos municípios do Rio de Janeiro foram capacitados em Volta Redonda para a criação e estruturação de serviços municipais e intermunicipais de saneamento básico. Trata-se da 9ª oficina do convênio de cooperação técnica entre a Assemae e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que busca melhorar a gestão dos sistemas públicos de saneamento nos municípios brasileiros. A abertura do evento contou com a presença do presidente nacional da Assemae, Aparecido Hojaij, além do presidente da Assemae Regional do Rio de Janeiro e diretor do SAAETRI de Três Rios, Alberto Lavinas, superintendente estadual da Funasa no Rio de Janeiro, Carlos Henrique Netto Vaz, e do diretor do SAAE de Volta Redonda, José Geraldo Mattea Salgado Santos.

Na ocasião, Aparecido Hojaij destacou o compromisso da Assemae de apoiar os municípios e fortalecer a gestão pública de qualidade nos serviços de saneamento. “Por meio desta oficina, estamos desenvolvendo a capacidade técnica dos municípios e incentivando a troca de conhecimento entre os participantes. Contem com a Assemae para defender a soberania dos sistemas municipais de saneamento”, frisou.

Segundo Alberto Lavinas, a oficina foi uma oportunidade muito valiosa, porque capacitou os profissionais em novas experiências que poderão ser aplicadas a favor da população do município. "Estar lá representando o SAAETRI e Três Rios foi uma honra, ainda mais neste ano, em que o SAAETRI completou 50 anos", afirmou.

O superintendente da Funasa ressaltou a importância da oficina para os municípios que participaram. “Capacitar os técnicos e gestores dos serviços de saneamento garante melhorias e dignidade para a população, tornando os sistemas públicos mais eficazes, com reflexos na qualidade de vida de todos”, destacou Carlos Henrique.

Para José Geraldo, receber a capacitação em Volta Redonda foi muito gratificante. Ele agradeceu a oportunidade de ser um dos municípios escolhidos para a realização da oficina e frisou que a iniciativa veio para aprimorar a gestão municipal e fortalecer e saneamento público de qualidade.

A “Oficina de Criação e Estruturação de Serviços Municipais e Intermunicipais de Saneamento Básico” teve duração de 32 horas de aula durante 5 dias letivos, reunindo mais de 40 participantes. A capacitação foi conduzida pelos instrutores Dirceu Scaratti e Lourival Rodrigues dos Santos.

Entre os assuntos abordados, destacam-se a legislação do setor de saneamento no Brasil, os modelos de gestão, os aspectos fundamentais da regulação e sustentabilidade, a implementação do controle social e do planejamento, além da elaboração de diagnóstico administrativo financeiro e técnico necessário em sistemas municipais de saneamento.

Veja galeria de imagens da oficina em Volta Redonda

 

Última modificação em Terça, 01 Agosto 2017 16:06
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação