10 de Agosto, 2017

Samae Gaspar constrói novo reservatório

O investimento para o novo reservatório de água é de R$ 1.100.885,00, com recursos próprios do Samae

O Samae e a Prefeitura Municipal de Gaspar promoveram na manhã de segunda-feira (7), a assinatura da ordem de serviço para dar início às obras de construção de um reservatório na Estação de Tratamento de Água I, localizada no Centro. O objetivo da obra é aumentar a capacidade de reservação da principal ETA do município. 

O diretor-presidente do Samae, José Hilário Melato, explica que hoje na eventualidade de manutenções na Estação, por exemplo, a cidade fica parcialmente sem fornecimento de água. “A ETA I hoje possui apenas 1.000.000 (um milhão) de litros de reservação, queremos incluir um novo reservatório com 1.800.000 (um milhão e oitocentros mil) litros que aumentará a capacidade, evitando a falta d’água por alto consumo”.

O diretor ainda explica que apesar do aumento da capacidade é necessário que a população auxilie no processo, especialmente nos dias quentes. “No verão há picos de consumo, mesmo com a capacidade de reservação ampliada, por isso é de extrema importância que a população faça um consumo consciente e que possua caixa d’água em sua residência, para sempre garantir o fornecimento de água” ressalta.

Para o prefeito municipal Kleber Wan-Dall a obra acompanha o crescimento do município. “A ETA I hoje abastece cerca de 64% do município, é preciso acompanhar o crescimento populacional da cidade ampliando a capacidade da Estação para que toda a população tenha acesso a água de qualidade”.

A obra será executada pela Habitark Engenharia e a previsão é de que sejam finalizadas até o fim do ano. O investimento é de R$ 1.100.885,00, com recursos próprios do Samae.

A ETA I

A ETA I começou a ser construída no início da década de 1970, sendo inaugurada em 08 de novembro de 1972 pelo então prefeito Paulo Wehmuth. A obra contemplava uma estação de tratamento e um reservatório com capacidade para 500 m³. Na época a captação da água era feita por meio de um poço que ficava às margens do rio Itajaí-Açu, no bairro Margem Esquerda. 

No início de suas operações, a estação tratava 16 L/s e atendia o Centro e parte dos bairros Margem Esquerda, Sete de Setembro, Santa Terezinha, Gaspar Grande e as ruas Frei Solano, Itajaí e Doutor Nereu Ramos, beneficiando cerca de 1,5 mil ligações.

Atualmente a ETA I é a maior estação de tratamento do Samae. Cada unidade da estação conta com dois sistemas independentes de tratamento. A estação abastece os bairros Centro, Coloninha, Figueira, Gaspar Grande, Gasparinho, Gaspar Mirim, Lagoa, Margem Esquerda, Poço Grande, Santa Terezinha e Sete de Setembro, atendendo cerca de 11 mil ligações e 15 mil economias.  

Fonte: Samae Gaspar

Última modificação em Quinta, 10 Agosto 2017 17:22
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2017 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação