27 de Setembro, 2017

Assemae capacita municípios em Congresso Mineiro

Segundo dia priorizou a realização de oficinas para a gestão dos serviços de saneamento

No 6º Congresso Mineiro de Serviços Municipais de Saneamento Básico, a programação do segundo dia de atividades teve como foco a realização de oficinas para orientar os municípios. O evento é uma iniciativa da Assemae Regional de Minas Gerais, com a presença de técnicos e gestores públicos, que seguem reunidos no Centro de Convenções de Pirapora (MG), de 26 a 28 de setembro.

Pela manhã, os desafios da regulação do saneamento básico foram o assunto do primeiro debate. Conforme estabelece a Lei Federal 11.445/2007, a regulação permite a fiscalização e melhoria da eficiência dos serviços de saneamento básico, considerando a independência decisória, transparência, tecnicidade, celeridade e objetividade das decisões. Para auxiliar os municípios neste tema, o evento apresentou a experiência das agências reguladoras criadas em Minas Gerais, tendo como palestrantes o diretor técnico operacional do CISAB Região Central, Thimóteo Cézar Lima, a superintendente do CISAB Zona da Mata, Tânia Duarte, e o representante do CISAB Sul, César Lima de Paula.

Na sequência, o engenheiro civil Jairo Tardelli destacou exemplos de soluções para o controle das perdas de água nos sistemas de abastecimento. O especialista ressaltou ações como a atualização de cadastros, medição de vazões e geração de indicadores de performance, envolvendo operações planejadas e controladas.

Durante a tarde, o engenheiro florestal Ricardo Galeno orientou o público quanto à restauração de bacias produtoras de água, enfatizando a necessidade de fomentar a preservação dos recursos naturais. Em seguida, a analista econômico-financeira do CISAB Região Central, Cíntia Maria Vilarinho, abordou o planejamento estratégico como instrumento de sustentabilidade no setor de saneamento, a partir dos princípios de gestão da qualidade.

Simultaneamente à programação de oficinas, o evento também realizou um minicurso sobre Estações de Tratamento de Água (ETA), ministrado pelo professor Marcos Vianna, que é doutor em saneamento, meio ambiente e recursos hídricos. Segundo o palestrante, as ETA’s podem ser entendidas como o conjunto de instalações e equipamentos destinados a obter agua para consumo humano, em conformidade com os padrões de qualidade.

O 6º Congresso Mineiro continua na quinta-feira, 28/09, incluindo visita técnica ao Grupo CEDRA para conhecer estruturas de tratamento de efluentes, além de minicurso focado na contratação de projetos de engenharia. A programação também é formada pela feira de saneamento básico, com a participação de 12 expositores que fornecem tecnologias e novos processos ao crescimento dos serviços municipais do setor.

Última modificação em Quarta, 27 Setembro 2017 17:16
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação