05 de Junho, 2018

48º CNSA realiza plantio simbólico de mudas em Fortaleza

As mudas visam neutralizar os gases do efeito estufa produzidos durante o encontro.

O 48º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae foi marcado pela realização de atividades sustentáveis, que visam preservar os recursos naturais e diminuir o impacto do evento junto ao meio ambiente. Entre as ações de sustentabilidade, destaca-se o plantio de mudas na cidade de Fortaleza (CE), com o objetivo de neutralizar os gases do efeito estufa produzidos durante o encontro.

Na quinta-feira, 31 de maio, parte da equipe da Assemae realizou o plantio simbólico das mudas de mangue vermelho, que deverão ser semeadas na foz do Rio Cocó, em Fortaleza. O total de mudas necessárias será diagnosticado após a conclusão do inventário da emissão de CO2, cujo estudo está sob a responsabilidade da empresa cearense Transforme.

Estima-se que sejam plantadas mais de mil mudas de mangue vermelho, o que vai contribuir para a proteção da foz do Rio Cocó, assegurando a cadeia de reprodução do ecossistema local. O trabalho do plantio das mudas será realizado pelo Ecomuseu Natural do Mangue da Sabiaguaba (EcoMunam), uma organização não governamental de Fortaleza, que trabalha a educação ambiental na cidade.

O secretário executivo da Assemae, Francisco Lopes, que acompanhou o plantio das mudas, destaca o compromisso da entidade com o meio ambiente.  “Todas as ações do nosso evento são promovidas no intuito de não gerar danos à natureza. Por isso, tivemos a ideia de fazer o plantio aqui em Fortaleza juntamente com a empresa Transforme e com o Ecomuseu do Mangue, buscando que o Congresso possa realmente ter 0% de impacto ambiental. Esse é o objetivo da Assemae, que se preocupa em levar qualidade de vida às pessoas, com um ambiente saudável”, destaca.

Outras ações sustentáveis também fizeram parte do evento, entre elas, a prática de coleta seletiva, a destinação adequada dos rejeitos e a utilização de materiais recicláveis. Ao final das atividades, a empresa Transforme certificou o Congresso com dois selos verdes: o Castanheira - que visa atestar o caráter sustentável do evento, e o Ipê - que busca assegurar a compensação das emissões de CO2.

Plantio virtual

Os participantes do 48º Congresso da Assemae tiveram a oportunidade de deixar a sua contribuição direta para a sustentabilidade do planeta. Com o apoio do Ecomuseu do Mangue, foram recolhidas mais de 300 assinaturas de visitantes da feira de saneamento básico, interessados em semear uma muda do mangue vermelho na cidade de Fortaleza. As mudas serão plantadas pelo Ecomuseu do Mangue, que enviará por e-mail aos participantes um certificado para atestar o plantio das sementes. 

Última modificação em Terça, 05 Junho 2018 15:42
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação