16 de Maio, 2019

49º CNSA reúne mais de 1.800 participantes em Cuiabá

O evento realizou 32 horas de atividades simultâneas, com municípios de todas as regiões do Brasil.

O 49º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae reuniu mais de 1.800 participantes em Cuiabá (MT), de 06 a 10 de maio, debatendo o tema central “Os Novos Desafios para a Gestão do Saneamento”. A iniciativa entra para a história da Assemae como um evento que reafirmou o compromisso dos serviços municipais com a gestão pública de qualidade no setor de saneamento básico. 

Segundo o presidente da Assemae, Aparecido Hojaij, o evento superou as expectativas da organização, com a presença de municípios de todas as regiões do Brasil. “Agradecemos a participação de todos neste Congresso, que marcou os 35 anos de atuação da Assemae. Foi uma oportunidade importante para trocar experiências, conhecer novas soluções e nos preparar frente aos atuais desafios do setor”, completa.

A programação de debates contou com três painéis principais, 16 mesas-redondas e um seminário jurídico, incluindo a contribuição de quase 100 especialistas convidados. Foram abordados temas como regulação, gestão integrada do saneamento, controle de perdas, saneamento rural, qualidade da água, governança, acesso a recursos, gestão de resíduos sólidos, salubridade ambiental, entre outros.

A capacitação dos municípios foi outro destaque do evento. Sete minicursos orientaram os participantes para questões fundamentais do setor, como a automação no controle de perdas, eficiência energética, gestão de alta performance, boas práticas para gerar informações confiáveis e elaboração de planos simplificados de saneamento básico.

Experiências exitosas de saneamento básico marcaram as apresentações de trabalhos técnicos realizadas no Congresso. Foram selecionados 142 trabalhos técnicos, sendo 119 no formato oral e 23 em pôsteres.  Desta vez, a iniciativa se dividiu nas categorias Institucional, Instituição de Ensino e Serviços de Saneamento, com a apresentação de soluções concretas para o saneamento brasileiro. Todos os trabalhos estarão disponíveis em breve nos anais do evento.

Como parte do 49º CNSA, a feira de saneamento da Assemae reuniu 62 estandes numa área de 894m². Além de fomentar a geração de negócios entre fornecedores e municípios, o ambiente trouxe tecnologias em produtos, processos e serviços do setor. Entre as novidades da feira neste ano, destaca-se a realização do Ponto de Tecnologia, um espaço para apresentações de empresas do setor, com soluções aplicadas no dia a dia do saneamento.  

O III Prêmio Startup Assemae aconteceu durante a feira de saneamento. No local, oito startups interagiram com o público, demonstrando seus projetos ou planos de negócios inovadores. O projeto vencedor foi o “Hidrômetro com telemetria e inteligência de baixo custo”, desenvolvido pela startup HidroHeader.

Encerrando a programação do evento, os participantes acompanharam duas visitas técnicas em Cuiabá. No Centro Sebrae de Sustentabilidade, o público conferiu a estrutura e organização do prédio, que foi considerado como o mais sustentável das Américas em 2018. Já no Museu do Morro da Caixa D’Água Velha, os congressistas conheceram as galerias que recebiam água direto do Rio Cuiabá e, por gravidade, distribuíam para as bicas espalhadas pela cidade.

Como documento final do Congresso, a Assembleia Geral da Assemae aprovou a “Carta de Cuiabá”, que confirma o posicionamento da entidade contra a Medida Provisória 868/2018. O documento assegura que a Assemae continuará atuando fortemente em favor do municipalismo autônomo nos rumos do saneamento básico, assim como da gestão pública de qualidade.

Última modificação em Quinta, 16 Maio 2019 17:10
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação