04 de Julho, 2019

Assemae capacita servidores de Tangará para controle de perdas

O curso reuniu mais de 50 participantes do Samae nos dias 27 e 28 de junho.

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Tangará da Serra (MT) recebeu pela primeira vez uma atividade oferecida pelo Plano Nacional de Capacitações da Assemae. Trata-se do curso “Controle de Perdas de Água em Sistemas de Abastecimento”, que foi realizado nos dias 27 e 28 de junho, com a participação de mais de 50 servidores municipais.

A capacitação teve duração de 16 horas e abordou assuntos como a conceituação teórica de perdas de água, programas de redução e controle de perdas, além do uso eficiente da energia elétrica. Os participantes também tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre a situação desta área no Brasil e no mundo.

Segundo dados do Sistema Nacional de Informações em Saneamento (SNIS), a média das perdas de distribuição total no Brasil em 2016 foi de 38,1%. O desperdício é equivalente a sete mil piscinas olímpicas por dia ou seis vezes a capacidade do sistema Cantareira cheio. Os serviços de saneamento deixam de faturar por ano cerca de R$ 10 bilhões,  devido às ligações clandestinas, roubos e problemas técnicos que impedem a água de chegar a seu destino final.

Tal realidade foi debatida pelo instrutor do curso, o engenheiro mecânico Luiz Augusto Domingues, que possui pós-graduação em Gestão Integrada de Saneamento. Ele atua como consultor técnico na área de redução e controle de perdas, uso eficiente da água e eficientização energética, prestando serviços em diferentes municípios de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Tecnologia na prevenção de perdas

O Samae de Tangará da Serra tem investido fortemente no combate às perdas de água. Além do curso realizado em parceria com a Assemae, a autarquia municipal anunciou que iniciará, neste mês de julho, a implantação do sistema HidroReader. A tecnologia foi desenvolvida por uma startup de mesmo nome, que venceu o III Prêmio Startup da Assemae, realizado durante o 49º Congresso Nacional de Saneamento da entidade, em maio de 2019.

O HidroReader é uma espécie de hidrômetro inteligente de baixo custo. Ele é capaz de fazer a leitura de água de forma automatizada e identificar vazamentos e fraudes. Pode ler até 2.700 registros capturados de um conjunto de 300 hidrômetros em apenas cinco minutos.

Wesley Torres, diretor do Samae, destacou que o objetivo da autarquia ao implantar o projeto é “eliminar leituras incorretas, perdas e fraudes no consumo de água, além de proporcionar segurança nas faturas emitidas ao consumidor”.

O que é o Plano de Capacitações da Assemae?

O Plano Nacional de Capacitações da Assemae realiza cursos para orientar os municípios sobre desafios do setor de saneamento básico, com o objetivo de compartilhar conhecimento e melhorar a gestão do saneamento em municípios de todo o Brasil.

Para ver o calendário de cursos, acesse o site da Assemae. Lá é possível realizar inscrições e ficar por dentro de todas as novidades.

Fotos: Samae Tangará da Serra

Última modificação em Quinta, 04 Julho 2019 10:45
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação