26 de Setembro, 2019

Saneamento de São Ludgero é premiado

Município está entre os melhores do Brasil no tratamento de esgoto doméstico urbano e rural. 

São Ludgero (SC) recebeu em 17 de setembro, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (ACIPI), em Piracicaba (SP), durante o evento “Casos de Sucesso em Saneamento Básico 2019”, promovido pelo Instituto Trata Brasil, premiação que reconhece nacionalmente a eficiência do município no tratamento do esgoto doméstico nas áreas urbana e rural.

Durante o painel “Casos de sucesso em coleta e tratamento de esgoto – Cidades de médio e pequeno porte”, a diretora geral do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de São Ludgero (Samae), Judite Peters Schurohff, enfatizou que o tratamento do esgoto é uma visão, decisão e compromisso da gestão pública com a qualidade de vida das famílias.

Ela pontuou os empenhos realizados e as participações, parcerias, para que o município alcançasse o êxito e a abrangência através do projeto “São Ludgero 100% Esgoto Doméstico Tratado nas áreas Urbana e Rural”. Explicou que vários desafios foram superados e que os trabalhos seguem em ambos os perímetros. Ressaltou a importância do Instituto abrir a oportunidade aos municípios menores do Brasil para apresentarem suas boas práticas e debaterem o assunto.

Vários temas pontuais sobre tratamento do esgoto foram abordados. Judite e o assessor de Comunicação de São Ludgero, jornalista Bertoldo Kirchner Weber, representantes da cidade no evento, entregaram um ofício ao presidente do Instituto Trata Brasil, Édson Carlos, solicitando apoio e empenho junto ao Governo Federal para que os Sistemas Individuais de Tratamento (SITs) eficientes sejam considerados e aceitos pelo Sistema Nacional de Informações de Saneamento (SNIS).

A história do tratamento do esgoto doméstico em São Ludgero iniciou em 1988 quando o poder público municipal solicitou a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) apoio para elaboração do projeto para coleta e tratamento do esgoto sanitário no perímetro urbano e, posteriormente, o aporte de recursos na implantação do sistema.

Mais tarde, em meados de 2006 já com 98% do perímetro urbano com coleta e tratamento, com um anseio das comunidades de Bom Retiro e do Mar Grosso, beneficiadas pelo do Projeto Microbacias  do Governo do Estado, através da Epagri,  e do interesse do Samae que capta  água na localidade de Bom Retiro, começou-se a investir no tratamento de esgoto doméstico na área rural, com o intuito de melhorar a qualidade da água utilizada pelas famílias rurais e  também da água para abastecimento  público.

Em 2011, através de um projeto de lei autorizando a doação de Sistemas Individuais de Tratamento (SITs) pela Prefeitura Municipal, o projeto foi sendo expandido  para outras comunidades. Em 2015, já com 50% do esgoto tratado na área rural, através de uma decisão de gestão tomada pelo então prefeito Volnei Weber e pelo hoje prefeito Ibaneis Lembeck, de chegar aos 100% do tratamento de esgoto sanitário (urbano e rural), a meta foi lançada e com o esforço conjunto de várias mãos a exemplo do Samae, Prefeitura e suas Secretariais, Epagri, o êxito foi alcançado em março de 2018, no Dia Mundial da Água.

O objetivo do Instituto Trata Brasil com o evento e a premiação é valorizar os esforços das cidades que investem constantemente para garantir esses serviços básicos para população, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Fonte: Prefeitura de São Ludgero

Última modificação em Quinta, 26 Setembro 2019 09:30
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação