25 de Outubro, 2019

Lei altera tarifas em hospitais de Bagé

Os estabelecimentos de saúde passam a ser enquadrados na categoria residencial social. 

A partir de agora, os hospitais da cidade de Bagé (RS) terão suas tarifas de água e esgoto enquadradas na categoria residencial social. O benefício foi concedido pela Lei Municipal nº6.138/2019, sancionada pelo Prefeito Manoel Machado. A legislação ainda fixa o valor do metro cúbico na faixa 1 desta classe, ou seja, no custo de R$ 0,78 por m³.

“A lei buscou atender os locais que prestam serviços importantes na área da saúde não só para Bagé, mas para toda a região e que possuem, devido a sua atividade, um alto consumo de água”, explica Graciano Pereira, diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb). Ele ressalta que os hospitais do município estão entre os maiores consumidores da autarquia e pela razão de prestarem atendimento relevante à comunidade, mereceram uma cobrança diferenciada.

Segundo a nova lei, ficam excetuadas do benefício as áreas ocupadas nesses estabelecimentos de saúde por terceiros particulares, tais como: laboratórios, clínicas, consultórios, livrarias, farmácias, lancherias, entre outras atividades comerciais.

Fonte: Daeb

Última modificação em Sexta, 25 Outubro 2019 10:29
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação