03 de Fevereiro, 2020

Daerp economiza R$ 9,2 milhões com pregões

Os dados foram apresentados em reunião do Conselho Sanitário Consultivo do Daerp.

Em 2019, o Daerp de Ribeirão Preto (SP) realizou 91 pregões eletrônicos que geraram uma economia para a autarquia de R$ 9,2 milhões. Os dados foram apresentados na tarde de segunda-feira, 27/01, pela Diretoria Administrativa durante a reunião do Conselho Sanitário Consultivo do Daerp.

Na ocasião, que contou com a presença do superintendente substituto, Marcus Vinicius Berzoti, da diretora administrativa, Silvia Clé, e do diretor técnico, Lineu Andrade de Almeida, também foram apresentados os resultados da área técnica e os investimentos previstos para este ano no setor.

Entre os dados apresentados pela Diretoria Administrativa está a economia de R$ 9.273.463,04, conseguida pelo Departamento de Licitações e Contratos com a realização das licitações no modelo de pregão eletrônico. Entre janeiro e novembro foram realizados 91 pregões com valor estimado real de R$ 31.307.887,65 para compra de equipamentos e serviços, sendo que o valor adjudicado foi de R$ 22.034.424,61, uma economia de 42,08%.

Também foram apresentados os principais investimentos feitos pelo Daerp ao longo de 2019, como a aplicação de R$ 4,188 milhões na renovação de frota, com a aquisição de 20 carros, 10 caminhões, duas miniescavadeiras, seis minivans e seis picapes, além da aquisição, em 2018, de cinco retroescavadeiras, 36 motocicletas e três caminhões tanque.

Em dois anos, os investimentos no Programa de Ampliação de Renovação da Frota atingiram R$ 6,1 milhões, com a aquisição de 88 veículos. Outras medidas importantes, como a implantação do monitoramento da frota, implantação do ponto eletrônico, redução das horas extras e plantões, refletiram em economia e melhor desempenho dos trabalhos executados. 

Diretoria Técnica

Na reunião também foi apresentado o trabalho realizado pela Diretoria Técnica do Daerp. Um dos principais pontos foi a redução nas perdas gerais do sistema de abastecimento, que caíram de 61,48%, em 2016, para 55%.

Foram apresentados os investimentos de R$ 156 milhões que o Daerp está realizando no Programa de Gestão, Controle e Redução das Perdas de Água e Eficiência Energética e que permitirão, até o final de 2021, a redução de 50% nas perdas totais do sistema de abastecimento.

O programa também prevê o investimento na localização e reparo de vazamentos não visíveis e na automação de todo o sistema de abastecimento.

Estão previstos para serem executados, até 2021, 17 novos reservatórios, 64 quilômetros de redes adutoras, substituição de oito poços e a perfuração de dois novos, a renovação do parque de hidrômetros antigo da cidade e a conclusão da implantação de 42 quilômetros de novas redes de abastecimento.

“Estes investimentos vão garantir que Ribeirão Preto passe a ter perdas dentro da média nacional. Até o final de 202,1 as perdas no sistema terão caído mais de 50%”, concluiu o diretor técnico, Lineu Andrade de Almeida.

Fonte: Daerp Ribeirão Preto

Última modificação em Segunda, 03 Fevereiro 2020 09:51
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação