28 de Mai, 2020

Comusa substitui 46% da rede de água

Novo material permite maior estabilidade no abastecimento, pois sofre menos com rompimentos. 

A Companhia Municipal de Saneamento (Comusa) de Novo Hamburgo (RS) já substituiu 46% das redes de ferro e fibrocimento da cidade por novas tubulações de PEAD, um material mais durável e moderno. Além de garantir maior estabilidade no abastecimento, com uma maior pressão da água nas residências, as novas tubulações também sofrem menos com rompimentos e vazamentos.

"Esse é um investimento importante e necessário para Novo Hamburgo. Redes antigas de ferro e fibrocimento rompem com facilidade, são difíceis de consertar e são antigas demais. Com o PEAD, a distribuição de água melhora consideravelmente. E o resultado fica claro nas regiões em que a rede já foi trocada", comenta o diretor-geral da Comusa, Eduardo Antônio Bonato.

Desde 2018, quando o programa de substituição de redes foi retomado, foram investidos mais de R$ 7,3 milhões em mais de 62 quilômetros de novas redes, beneficiando diversos bairros do município, como o Centro, Ideal, Guarani e, mais recentemente, Santo Afonso, em fase de finalização. "Os moradores dessas regiões já podem notar a diferença. No Santo Afonso, por exemplo, as redes antigas eram menores o que afetava a pressão da água nas torneiras. Hoje, o abastecimento está mais regular e eficiente", explica Bonato.

Outra diferença que a substituição de redes deve trazer é a facilidade para reparos já que, além da troca das tubulações, elas estão sendo tiradas das ruas e avenidas e colocadas sob as calçadas. "Caso haja algum rompimento na rede, a equipe terá facilidade em consertar e não vai afetar o trânsito. É uma facilidade para nós e uma melhoria para a comunidade", complementa o diretor-geral.

Fonte: Jornal do Comércio

Imagem: Comusa Novo Hamburgo

Última modificação em Quinta, 28 Mai 2020 10:18
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2021 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação