31 de Julho, 2020

Municípios do MT criam agência reguladora de saneamento

A ARIS-MT será responsável pela regulação e fiscalização dos serviços municipais de saneamento. 

Em Assembleia Geral realizada no dia 30 de julho, os municípios mato-grossenses formalizaram a instalação da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento do Estado do Mato Grosso (ARIS-MT). O órgão foi criado a partir do suporte técnico da Assemae, tendo como missão a regulação e fiscalização dos serviços municipais de saneamento do Mato Grosso.

O evento ocorreu de forma online, com a participação de prefeitos, diretores das autarquias de saneamento e representantes de parlamentares. A Assembleia foi conduzida pelo prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, nome também aclamado como presidente para o primeiro mandato da agência.  “É uma grande satisfação participar desse momento histórico. Hoje damos um passo importante na caminhada pelo saneamento de qualidade, sustentável e acessível a todos”, afirmou.

Eleito vice-presidente da agência, o prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, destacou que a partir de agora a ARIS-MT já poderá iniciar as primeiras ações. “Estamos ansiosos para contar com o apoio da agência, pois temos certeza que o órgão vai contribuir muito na melhoria dos serviços. O próximo passo é buscar a adesão de outros municípios da região, visando fortalecer o consórcio cada vez mais”, reforçou.

De acordo com o prefeito de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, que também integra o consórcio, a ARIS-MT nasce em um momento fundamental para auxiliar os municípios. “Além dos impactos da pandemia de Covid-19, temos ainda as alterações advindas do novo marco legal do saneamento básico. Por isso, o apoio da agência é imprescindível para nos ajudar a enfrentar esses novos desafios”, salientou.

Segundo o presidente da Assemae Regional do Centro-Oeste, Hermes Castro, a ARIS-MT nasce para atender um anseio dos municípios pela excelência na prestação dos serviços de saneamento. “Sua missão será auxiliar no desafio de garantir a gestão eficiente mesmo com a atual queda de recursos, trazendo maior transparência na aplicação de investimentos, além de apoiar o cumprimento de metas e projetos, segundo as necessidades da população”, comemora.

Responsável pela consultoria jurídica para a criação da agência, o advogado e secretário executivo da Assemae, Francisco Lopes, parabenizou os municípios pela conquista histórica. “Estamos certos de que a ARIS-MT vai trazer mais segurança na prestação dos serviços de saneamento, pois o modelo de gestão consorciada tem sido uma experiência de sucesso em outras regiões do país. Agradecemos a confiança no trabalho da Assemae e colocamos a entidade à disposição”, acrescentou.

Sobre a ARIS MT

Além de ser responsável pela regulação e fiscalização dos serviços de saneamento básico, a ARIS MT deverá verificar o cumprimento das metas estabelecidas pelos planos municipais de saneamento, fixar e reajustar as tarifas do setor, bem como homologar contratos de prestação dos serviços de saneamento.

Nessa etapa inicial, a ARIS MT atenderá os municípios de Rondonópolis, Tangará da Serra, Cáceres e Lucas do Rio Verde, que juntos somam mais de 490 mil habitantes. A partir do trabalho de ampliação da agência, a expectativa é alcançar os demais municípios mato-grossenses que possuem serviços autônomos de saneamento.

A diretora geral do Sanear de Rondonópolis, Terezinha Souza, foi indicada presidente da Diretoria Executiva da agência, com a missão de realizar as primeiras atividades burocráticas e operacionais para o funcionamento do consórcio. A sede do órgão regulador será localizada na capital Cuiabá.

Esta é a segunda agência reguladora intermunicipal que recebe o apoio da Assemae no processo de criação. A primeira foi instalada em junho passado para atender os serviços municipais do estado do Ceará.

Última modificação em Sexta, 31 Julho 2020 11:44
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação