24 de Setembro, 2015

Obras de esgoto avançam em Itabuna

As obras estão na fase de conclusão da rede de esgotamento sanitário 

O sonho de morar em uma rua com esgotamento sanitário, drenagem pluvial e pavimentação asfáltica está cada vez mais perto de tornar-se realidade para milhares de famílias do bairro Nova Itabuna, na zona oeste da cidade. Executadas desde o mês passado pela Prefeitura de Itabuna com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-II), as obras estão na fase de conclusão da rede de esgotamento sanitário, que já tem mais de 70% das ruas beneficiadas.

Para os moradores, a vida de sofrimento, com alagamento dos imóveis com água de esgoto ou muita poeira durante o período de estiagem, aos poucos vai ficando para trás. A aposentada Adalgiza Araújo dos Santos, uma das fundadoras do bairro, conta que há anos esperava que as ruas fossem urbanizadas e já estava cansada de ouvir promessas de que obras seriam iniciadas quase todos os anos.

Moradora do bairro há 52 anos, a aposentada afirma que não acreditou quando viu diversas máquinas e homens trabalhando na escavação e instalação manilhas na Rua “F”, onde mora. Vizinha de Adalgiza Araújo, a dona de casa Edilza Pereira Costa destaca que a implantação da rede de esgoto já mexeu com a autoestima dos moradores. “As pessoas aqui já estão mais motivadas porque não ficaremos mais ilhadas pela lama toda vez que chover”, comemora dona Edilza.

Problemas resolvidos

Em uma parte do bairro conhecida como Baixa Fria, as tardes do carpinteiro Joselino de Jesus não são mais as mesmas de antes do início da obra de implantação da rede esgoto e das ligações domiciliares. Ele diz que, por causa do esgoto que corria a céu aberto, era impossível sentar à porta de casa para conversar com vizinhos. “Depois que a rede de esgoto foi implantada, posso até treinar no meu violão e cantar nos fins de tarde”, brincou.

De acordo com a engenheira Heloisa Oliveira, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Itabuna, a instalação das manilhas de vários diâmetros vai resolver definitivamente o problema da coleta e tratamento de esgotos sanitários e alagamento das ruas, com as redes de drenagem. A obra inclui ainda ligações domiciliares, construção calçadas e seis estações elevatórias, nivelamento, colocação de meio fio e pavimentação de 20 ruas.

Já foram implantados mais de três mil metros de rede esgoto com 91 ligações domiciliares. Além do Nova Itabuna, serão beneficiados com as obras do PAC II, os bairros Jorge Amado, Sinval Palmeira, Santa Catarina, Lomanto Júnior (Rua da Bananeira), Maria Matos (Rua de Palha). O investimento total será de cerca de R$ 30 milhões provenientes dos recursos do Ministério das Cidades e contrapartida do município.

Fonte: Emasa Itabuna

Última modificação em Quinta, 24 Setembro 2015 17:14
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação