09 de Outubro, 2015

Assemae é destaque no XVII Encontro de Bacias

O secretário executivo da entidade, Francisco Lopes, foi palestrante do painel que abordou o planejamento hídrico

A Assemae participou do XVII Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob), que ocorreu no período de 04 a 09 de outubro, em Caldas Novas (GO). Na quinta-feira, 08, o secretário executivo da Assemae, Francisco Lopes, participou do encontro como palestrante na mesa de diálogo “Planejamento Hídrico para Habitação, Abastecimento e Saneamento”. Ao final da palestra, o secretário foi aplaudido de pé pela plateia que lotava o auditório do evento.

Segundo Francisco Lopes, a Assemae reconhece o papel dos comitês de bacia como instrumentos fundamentais para o aperfeiçoamento da gestão das águas. Ele também informou que a Assemae pretende fazer uma parceria com o Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas do Brasil e demais entidades do setor para viabilizar a construção de um calendário nacional de eventos sobre saneamento básico e recursos hídricos. “Estamos dispostos a fazer um diálogo permanente com os comitês de bacias, pois entendemos a importância desses organismos colegiados para a garantia do saneamento básico enquanto direito de todos”, disse.

O secretário executivo da Assemae também comentou a importância de efetivar o Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano (SNDU), que tem a finalidade de melhorar a qualidade de vida nos municípios brasileiros, por meio da integração entre as políticas de saneamento básico, habitação e mobilidade urbana. Embora aprovado pelo Conselho Nacional das Cidades, o texto ainda não foi encaminhado ao Congresso Nacional para que se transforme em lei.

De acordo com Francisco Lopes, o investimento no saneamento básico melhora a saúde da população e a proteção ao meio ambiente, ao mesmo tempo em que gera emprego e renda para o município. “O saneamento básico diminui a incidência de doenças e internações hospitalares, além de movimentar a economia da região por causa dos efeitos diretos e indiretos em outros setores como a construção civil, serviços, comércio, seguros e até alimentos e bebidas”, acrescentou.

O XVII Encob debateu a interface entre a gestão integrada dos recursos hídricos e a preservação das águas no Brasil. A iniciativa reuniu representantes do poder público, sociedade civil e usuários de recursos hídricos, promovendo mesas de debates, oficinas e troca de experiência entre comitês de bacias hidrográficas de todo o país. Vários temas foram abordados no encontro, a exemplo dos planos de bacias, outorgas, investimentos, segurança hídrica e novas tecnologias.

Última modificação em Sexta, 09 Outubro 2015 16:02
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação