21 de Outubro, 2015

Seminário da Funasa foca na importância da água

I Seminário Latino Americano da Funasa começa abordando a importância da água

Começou nesta terça-feira (20), em Foz do Iguaçu/PR, o I Seminário Latino Ambiental da Fundação Nacional de Saúde que trouxe como tema: "Saúde Ambiental: novos desafios na busca pela sustentabilidade". O evento reúne palestrantes de vários países da américa latina, a fim de discutir políticas voltadas para a saúde ambiental.

Na abertura do evento o diretor executivo da Funasa, Antônio Arnaldo de Melo, representando o presidente da Funasa, Henrique Pires, e o ministro da Saúde, Marcelo Castro, discursou sobre os desafios enfrentados pela instituição que recebeu a missão de disseminar a educação ambiental, bem como propiciar o desenvolvimento de projetos nesta área. O anfitrião do evento, diretor do Departamento de Saúde Ambiental (Desam), Victor Hugo Mósquera, frisou a importância da equipe para a consolidação dos projetos e do empenho em fortalecer a saúde ambiental nos municípios brasileiros. “Por tudo que conseguimos construir nesse período, fico orgulhoso da nossa competente equipe, com quem divido tudo que pude fazer. O sucesso dessa experiência deve-se em grande parte ao fato de ter sido uma construção coletiva feita a muitas mãos”, disse o diretor.

A palestra de abertura foi ministrada pelo diretor da Itaipu Binacional, Nelton Miguel Friedrich, que defendeu a sensibilização no uso da água. O diretor apresentou o programa Cultivando Água Boa que tem a finalidade de conscientizar a população quanto ao uso da água. O programa, que tem várias vertentes, concentra parte de suas atividades em escolas na tentativa de tornar o cuidado com a água uma questão cultural. “Escolas são verdadeiras plataformas de sensibilização”, ressaltou Nelton.

Mesas de discussão

Com a presença da palestrante colombiana, Jasblehidy Lizarazo Bejarano, do Ministério de Salud y Protección Social, que falou sobre as políticas utilizadas no país voltadas para a saúde ambiental, a mesa 1 trouxe o debate sobre o “Desafio da sustentabilidade na Saúde Ambiental”. O General de Brigada da 5ª Região Militar, Luiz Antônio Duzuit Brito, também participou da mesa e contribuiu com a questão discorrendo sobre a parceria do Exército Brasileiro com a Funasa a fim de enfrentar calamidades públicas e intempéries da natureza.

Focando na questão da água, a mesa 2 lançou a discussão: “Boas Práticas de Ações Socioambientais do Programa Cultivando Água Boa/Itaipu Binacional”. Os membros da mesa abordaram a educação ambiental, o monitoramento e avaliação ambiental, mais peixes em nossas águas e plantas medicinais. Na apresentação todos os palestrantes enfatizaram a importância da Funasa na saúde ambiental por levar saneamento aos munícipios brasileiros.

O primeiro dia de discussões foi finalizado com a mesa 3, que tratou da “Educação em Saúde Ambiental na promoção da saúde e integração social”. A mesa focou na abordagem da gestão pública e cidadania, educação e sustentabilidade, experiência no semiárido brasileiro e a educação ambiental em diferentes espaços.

Estiveram presentes na solenidade de abertura o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, Mounir Chaowiche, presidente da Sanepar, Fábio Evangelista, representante da OPAS/OMS, Alexandre Machado, diretor do Departamento de Engenharia de Saúde Pública, Luiz Carlos Marchão, auditor-chefe da Funsasa, César Seleme, Superintendente da Funasa no Paraná e os demais superintendentes da instituição.

Fonte: Funasa

Última modificação em Quarta, 21 Outubro 2015 16:14
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação