01 de Fevereiro, 2019

Samae Tangará da Serra projeta investimentos

Autarquia pretende investir cerca de 30 milhões de reais em ações de saneamento. 

Investimentos de cerca de R$ 30 milhões em saneamento básico e um estudo para ampliação da capacidade de tratamento e distribuição de água estão projetados para este ano pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Tangará da Serra (MT).

A informação é do diretor da autarquia, Wesley Lopes Torres, que trabalhará com um orçamento de R$ 59,7 milhões e uma estimativa de receitas de serviços na ordem de R$ 23,5 milhões. Do montante orçado para 2019, o Samae reserva R$ 46,8 milhões exclusivamente para saneamento, sua atividade-fim.

Segundo ele, a ampliação da Estação de Captação, Tratamento e Distribuição de Água (ETA) é um dos investimentos projetados, já que a demanda atual da cidade exige, com ainda maior intensidade no período de estiagem. “Vamos passar dos atuais 350 litros por segundo de água tratada para 450 litros por segundo”, confirma o diretor. O valor do investimento na ampliação do sistema ainda será conhecido a partir de um estudo em andamento.

Um grande volume de recursos para investimento está projetado também para a rede coletora e no tratamento de esgoto. Nas próximas semanas deverá ser assinado um contrato com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 21 milhões para ampliação da rede em boa parte da área urbana, incluindo a grande Esmeralda, Bela Vista e Morada do Sol.

Wesley Torres informa que os investimentos em esgotamento sanitário também deverão cobrir as regiões da Vila Goiás/Acapulco e Altos do Tarumã. Nestas áreas. Os investimentos deverão somar R$ 9 milhões.

Por fim, ainda este ano, o Samae investirá também na ampliação da célula do aterro sanitário e no sistema de tratamento de chorume. De acordo com Wesley Lopes Torres, o valor total a ser investido no aterro será de R$ 1,5 milhão.

O diretor avalia que os investimentos projetados para este ano significarão um salto de qualidade na área de saneamento do município. “Já investimos pesado no aumento da reservação de água, o que garante à cidade uma segurança hídrica que antes não havia. Seguiremos investindo este ano, agora na ampliação do tratamento e distribuição de água, em esgotamento sanitário e no aterro, dentro das necessidades que constatamos para o município”, finalizou.

Fonte: Bem Notícias

Última modificação em Sexta, 01 Fevereiro 2019 11:07
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação