01 de Agosto, 2019

DMAE de PoA avança na busca por recursos

Projeto pretende beneficiar mais de meio milhão de habitantes com distribuição de água. 

A Prefeitura de Porto Alegre (RS) venceu mais uma etapa para as obras de ampliação da capacidade de distribuição no Sistema de Abastecimento São João que vão beneficiar mais de meio milhão de habitantes. O projeto foi aceito pela Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional e a homologação da Carta Consulta deve sair em agosto, no Diário Oficial da União. A partir daí, o projeto tramita junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), vinculado ao Ministério da Economia, e ao órgão financiador - o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A informação foi dada na quarta-feira, 31, pelo chefe de gabinete da Secretaria Nacional de Saneamento, Geraldo Mello Corrêa, à secretária municipal de Planejamento e Gestão, Juliana Castro.

O valor total do financiamento corresponde a R$ 86.976.718 e deve beneficiar em torno de 525 mil pessoas na Capital - das quais 10 mil famílias são de baixa renda. O Executivo já encaminhou à Câmara de Vereadores projeto de lei solicitando autorização para o financiamento. De acordo com a secretária municipal de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, as reformas implementadas nos dois primeiros anos da gestão foram fundamentais para que o município retome a capacidade de obter financiamentos. “Vamos seguir trabalhando para liberar os recursos o mais rápido possível”, completa.

Presente à reunião, o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen destaca a importância da obra. "É um conjunto de dez obras para ampliação do abastecimento na extremidade nordeste da cidade, abrangendo os bairros Mario Quintana, Jardim Leopoldina, Rubem Berta e Morro Santana. São novas adutoras, novos reservatórios e novas casas de bomba de água com estimativa de beneficiar cerca de 525 mil pessoas", reforça.

No verão de 2013/2014, o Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) identificou que os subsistemas que abastecem os bairros do extremo norte da Capital, enfrentaram deficiências com elevado consumo em função do crescimento populacional da região. Com isso, foram adotadas medidas operacionais paliativas e estudos para solução definitiva do abastecimento nessa área da cidade. “A exemplo do Extremo Sul e Leste com a assinatura do financiamento SAA Ponta do Arado, a contratação desse financiamento para o extremo nordeste permite que o DMAE retome o planejamento e dê continuidade nas ações previstas de expansões na cidade com foco no abastecimento de água”, afirmou o diretor geral do DMAE, Darcy Nunes dos Santos.

O resultado do estudo foi incluído no Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) do município e contempla dez obras estruturantes que beneficiarão de forma imediata a população - entre quais está o SAA São João. O PMSB é uma ferramenta estratégica de planejamento e gestão.

Fonte: DMAE Porto Alegre

Última modificação em Quarta, 07 Agosto 2019 11:06
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação