04 de Agosto, 2020

São Leopoldo aprova lei de eficiência energética

A lei aprovada busca tornar permanente as boas práticas adotadas pelo Semae. 

A Câmara de São Leopoldo (RS) aprovou no dia 30/07 o Projeto de Lei que torna permanente a política de eficiência hidroenergética do Semae. As ações, implementadas desde 2017 a partir do programa Semae Sustentável, têm garantido à autarquia a redução das perdas de água e a diminuição dos gastos com energia elétrica.

Com as medidas, que envolvem a substituição de redes e de equipamentos e a implantação de Válvulas Reguladoras de Pressão e de Distritos de Medição e Controle, por exemplo, o Semae tem assegurado o abastecimento de água em São Leopoldo mesmo em condições adversas, como na estiagem registrada ao longo do verão e do outono de 2020.

Conforme o assessor técnico de Engenharia do Semae, Everson Gardel, a lei, que ainda precisa ser sancionada pelo prefeito Ary Vanazzi, deve perpetuar as boas práticas adotadas pela autarquia para o melhor uso da água e da energia elétrica. “Com a lei, tornam-se perenes as ações e os objetivos baseados nos conceitos da sustentabilidade social, econômica e ambiental. A eficiência hidroenergética passa a se relacionar com os processos da autarquia, elevando-os à lógica da produção mais limpa e ao desenvolvimento sustentável, preconizados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU”, explicou Gardel.

Segundo o vereador Nestor Schwertner, autor do projeto, a conquista na Câmara está atrelada aos resultados já obtidos com as práticas desenvolvidas. “Os dados nos mostram o quão interessante é esse trabalho, construído dia a dia pelos servidores do Semae. Por isso, nós queremos que a política de eficiência hidroenergética do Semae ultrapasse posições políticas e se mantenha para o bem da nossa comunidade”, finalizou.

Fonte: Semae São Leopoldo

Última modificação em Terça, 04 Agosto 2020 14:12
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação