20 de Dezembro, 2017

Câmara aprova parceria entre DAEV e Sanasa

As duas cidades vão desenvolver estudos para ampliar e melhorar a qualidade do tratamento de água e esgoto

Os vereadores de Valinhos aprovaram na última sexta-feira (15) o projeto de lei que permite a assinatura do convênio entre o Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (DAEV) e a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento de Campinas (SANASA) para investimentos e troca de tecnologias. As duas cidades vão desenvolver estudos para ampliar e melhorar a qualidade do tratamento de água e esgoto. Com a aprovação da legislação, as equipes técnicas podem começar a trabalhar nos novos projetos.

Um deles é o investimento na Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Capuava, que fica em Valinhos. O objetivo é que a estação tenha estrutura capaz de produzir água de reúso com tecnologia de ponta, além de ampliar a capacidade de tratamento e eliminar odores. A água de reúso gera receita e é utilizada na produção de energia, refrigeração de equipamentos, em processos industriais e lavagem de ruas.

As cidades também querem melhorar a qualidade do efluente lançado no Ribeirão Pinheiros, a um quilômetro e meio do ponto de captação de água bruta de Campinas no Rio Atibaia. Esse ponto de captação abastece 95% do município de Campinas. Quanto melhor for a qualidade da água, menos o município gasta no processo de tratamento.

“O saneamento básico realizado com excelência reflete diretamente na qualidade de vida da população, além de ser fundamental para o desenvolvimento econômico. O objetivo desta obra é produzir um meio ambiente mais saudável e mais saúde pública”, afirma o presidente do DAEV, Pedro Inácio Medeiros.

Além desses investimentos, SANASA e DAEV também querem trocar tecnologias. Uma delas é a de monitoramento de perdas de água na rede. Em agosto deste ano, os prefeitos assinaram o protocolo de intenções e dependiam apenas da aprovação da lei na Câmara, o que ocorreu na última semana.

“Todos esses investimentos vão possibilitar um tratamento mais avançado do esgoto de Valinhos, resultando em uma água mais limpa devolvida ao Rio Atibaia e, mais tarde, captada por Campinas”, disse o prefeito de Valinhos, Orestes Previtale.

Fonte: DAEV Valinhos

Última modificação em Quarta, 20 Dezembro 2017 11:49
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2018 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação