Imprimir esta página
18 de Abril, 2019

Daerp automatiza de dosagem de flúor

Daerp automatiza de dosagem de flúor

Serão 30 poços automatizados, com medição corrente e correção automática em caso de necessidade.

O Daerp começará a instalar, nas próximas semanas, equipamentos de controle de dosagens de flúor e cloro e leitura de PH nos poços da autarquia. Serão 30 os poços que receberão os equipamentos. A licitação concluída no último dia 10 de abril, por meio de pregão eletrônico, resultou em economia de 49,77% sobre o valor estimado no edital.

O valor previsto era de R$ 3.982.396,05, mas a disputa entre nove empresas cadastradas reduziu a contratação para R$ 2 milhões. Segundo João Carlos Silva Ferreira, chefe da Seção de Tratamento de Água do Daerp, a automação vai melhorar muito o trabalho e reduzir o tempo de correção.

“Hoje é preciso coletar as amostras e fazer as análises em laboratório. Com a automação, a análise é feita pelo Controlador Lógico Programável (CLP) que já faz a correção, em caso de necessidade, de segundo a segundo”, diz João Carlos.

O controle de flúor e cloro é necessário porque como 70% dos poços distribuem a água para a rede, antes de enviar para um reservatório, a vazão dos poços é variável, o que exige o aumento ou redução de injeção de cloro e flúor na água. A água para consumo deve ter de o,6 a 0,8 miligramas de flúor por litro e 0,2 a 2,0 miligramas de cloro por litro.

“Eliminaremos todas as desconformidades com a automação, porque a correção é instantânea durante 24 horas todos os dias. A dosagem será automática, de acordo com a vazão e pressão da água”, explica o diretor técnico Lineu Andrade de Almeida.

 

Imagem Daerp

Última modificação em Quinta, 18 Abril 2019 17:33