19 de Mai, 2021

Jundiaí lança campanha sobre consumo da água

Além da mobilização social, a companhia segue realizando outras ações com foco na segurança hídrica. 

Água de qualidade é essencial no combate à pandemia, por isso, é hora de fazer o uso consciente deste importante recurso. Com o objetivo de envolver a população neste esforço conjunto, a DAE Jundiaí (SP) lança a campanha “Uso responsável da água - é mais vida e mais prevenção”, que será divulgada nas redes sociais e mídias impressa e televisiva.

A proposta é incentivar o consumo racional da água, por meio de hábitos simples, como tomar banhos rápidos, usar a vassoura para limpar a calçada e a garagem e lavar as mãos sempre que necessário, mas fechando a torneira enquanto o sabonete é utilizado.

Atualmente, a represa de Acumulação, localizada em frente ao Parque da Cidade, está com 84% da capacidade, o que equivale a 7,8 bilhões de litros. Para isso, além do rio Jundiaí Mirim, principal fonte de abastecimento da cidade, a DAE utiliza a outorga do rio Atibaia, que envia, por segundo, 1.200 litros de água para Jundiaí.

O acompanhamento diário da represa segue os cuidados recomendados pelo Consórcio PCJ, que emitiu, recentemente, nota de alerta sobre a estiagem. Segundo o PCJ, “o acompanhamento dos dados climatológicos e monitoramento do comportamento hídrico dos principais mananciais das Bacias PCJ mostraram que as chuvas ocorreram abaixo do esperado para o primeiro trimestre de 2021”.

“Os dados preocupam, já que nos últimos quatro anos também foram registradas menos chuvas nas áreas monitoradas. Os meses de janeiro, fevereiro e março, considerados de maior incidência de chuvas, registraram precipitações na ordem de 31,5%, 10,5% e 13,5% menores do que o esperado para o período”, detalha a nota.

Também em consonância com o PCJ e além da nova campanha, a DAE tem desenvolvido ações com foco na segurança hídrica. Entre elas, estão a ampliação da capacidade de armazenamento da represa, a construção de novos reservatórios de água tratada – no Anhangabaú, Jardim Carlos Gomes e Distrito Industrial – e o aumento da capacidade de tratamento na Estação de Tratamento de Água do Anhangabaú (que vai saltar de 1.800 l/s para 2.400 l/s). O objetivo é garantir o fornecimento de água na cidade.

Texto/Imagem: DAE Jundiaí

Última modificação em Quarta, 19 Mai 2021 10:21
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2021 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação