24 de Março, 2017

Parceria evita desperdício de água em Ibiporã

Termo de compromisso foi assinado pela prefeitura, câmara e Samae de Ibiporã para que sejam adotadas boas práticas na gestão dos recursos hídricos.

Preocupados com os problemas relacionados aos recursos hídricos do planeta, a Prefeitura Municipal de Ibiporã, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e a Câmara Municipal assinaram na manhã de quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, um termo de compromisso visando à promoção do uso racional da água e para a conservação do meio ambiente.

A solenidade ocorreu no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Recanto dos Baixinhos (área central) e contou com as presenças do prefeito João Coloneizi, da primeira-dama e secretária de Educação, Margareth Coloniezi, do vice-prefeito e diretor presidente do SAMAE, Beto Baccarim, e sua esposa, a presidente de honra da Associação de Proteção à Maternidade, Infância e Família (APMIF), Toninha Gobbi Baccarim, do presidente da Câmara, vereador Roberval dos Santos, da diretora do CMEI, Ivonete Montrezoro Ferreira, além de secretários municipais, servidores da Prefeitura e SAMAE, vereadores,professores, funcionários e alunos do Recanto dos Baixinhos.

O Termo de Compromisso visa estabelecer condições de mútua cooperação entre as partes para o uso racional de água no âmbito da administração pública municipal, coleta de chuva para posterior reuso em atividades que não seja a de potabilidade direta, bem como a utilização de tecnologias modernas objetivando a redução de gastos públicos despendidos com o tratamento, distribuição, perdas e desperdício de água.

Entre as obrigações estabelecidas estão a redução do consumo de água nos prédios públicos municipais; monitoramento diário do consumo de água para identificar, de imediato, a ocorrência de vazamentos em instalações hidráulicas; aproveitamento da água, agregando ao sistema hidráulico elementos que possibilitem a captação, transporte, armazenamento e seu aproveitamento; redução do nível de perda de água servida pelo Samae, e implantação de um Programa Integrado de Gerenciamento de Resíduos Sólidos em todos os prédios públicos.

Práticas como essa evitam o desperdício e são essenciais, pois, até 2030, a demanda por água deve aumentar 50%, o que exigirá mais esforços para melhorar os sistemas de coleta e tratamento de águas residuais e garantir o reaproveitamento máximo.

Em seu discurso, João Coloniezi lembrou que o compromisso da administração municipal é com uma mudança de postura, visando à preservação do meio ambiente. "Vários lugares do planeta já sofrem com a escassez de água. Se não fizermos algo nosso planeta ficará inabitável daqui a algumas décadas. A partir de agora todas as obras públicas que forem construídas ou reformadas terão estruturas que permitam o reuso da água para alimentar descargas sanitárias, limpeza de pátios, irrigação nas áreas de grama. Para transformar a postura de uma comunidade precisamos, primeiramente, dar o exemplo. Nosso compromisso é com o meio ambiente, com a vida", assegurou o prefeito.

Roberval dos Santos enfatizou a preocupação do atual governo municipal em estabelecer uma cooperação mútua para evitar o desperdício da água. "Esta atitude mostra que o poder público está comprometido com o seu papel, sendo um agente de transformação. Nos próximos meses o prédio da Câmara passará por reformas e uma das providências será a construção de uma cisterna para armazenamento da água da chuva objetivando o seu posterior reuso", informou o vereador.

De acordo com o Termo de Compromisso, as partes envolvidas deverão arcar com as despesas necessárias ao cumprimento das obrigações assumidas. O prazo para o seu cumprimento será de três anos e terá vigência de 45 meses, a partir da data de sua assinatura. "Como demonstração de nosso compromisso, este instrumento não poderá ser rescindido. A água é um bem natural finito, e já escasso em algumas partes do planeta. É necessário utilizar de maneira sustentável este recurso essencial à vida. Em Ibiporã, se os prédios públicos fossem obrigados a pagar a conta de água o gasto mensal seria de R$100 mil. Se reduzíssemos o consumo de água pela metade a economia anual chegaria a R$600 mil por ano", exemplificou Baccarim. Conforme o diretor presidente do SAMAE, a primeira medida é fazer um levantamento e diagnóstico do sistema de captação e armazenamento da água nos prédios públicos para traçar um plano de ação.

Após os discursos, os presentes foram convidados a conhecer o sistema de captação e armazenamento da água da chuva do CMEI que foi acionado pela primeira vez.


Dia Mundial da Água

O Dia Mundial da Água foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) no dia 22 de março de 1992, como forma de chamar a atenção para a importância da água doce e defender o manejo sustentável dos recursos hídricos. Cada ano, destaca-se um aspecto específico e neste, o foco principal é aumentar o debate sobre as águas residuais (esgoto) de modo a garantir a meta 6 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável "reduzir a proporção de águas residuais não tratadas e aumentar a reciclagem da água e a reutilização segura".

Ibiporã presta um serviço de saneamento básico de excelência. Desde 1968 o município conta com um serviço municipal autônomo de água e esgoto, com altos índices de qualidade quando o assunto é água tratada, esgoto coletado e tratamento e gerenciamento de resíduos sólidos.

Toda a água distribuída pelo é tratada, clorada e fluoretada, atendendo aos padrões de qualidade e potabilidade fixados pelo Ministério da Saúde. Atualmente o serviço de abastecimento de água conta com duas unidades de captação e recalque, uma no Ribeirão Jacutinga e outra no Poço do Aquífero Guarani, que oferece água de excelente qualidade, com propriedades minerais, atendendo 100% da população urbana e da zona rural. Outro fator de destaque é a rede de esgotos sanitários que atende toda a zona urbana, sendo totalmente tratado antes de ser lançado no corpo receptor - índice de destaque a nível nacional.

As 10 maneiras para economizar Água

1 - No Banho: Se molhe, feche o chuveiro, se ensaboe e depois abra para enxaguar. Não fique com o chuveiro aberto. O consumo cairá de 180 para 48 litros;
2 - Ao escovar os dentes: Escove os dentes e enxágue a boca com a água do copo. Economize 3 litros de água;
3 - Na descarga: Verifique se a válvula não está com defeito, aperte-a uma única vez e não jogue lixo e restos de comida no vaso sanitário;
4 - Na torneira: Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros/minuto. Pingando, 46 litros/dia. Isto significa, 1.380 litros por mês. Feche bem as torneiras;
5 - Vazamentos: Um buraco de 2 milímetros no encanamento desperdiça cerca de 3 caixas d'água de mil litros;
6 - Na caixa d'água: Não a deixe transbordar e mantenha-a tampada;
7 - Na lavagem de louças: Lavar louças com a torneira aberta, o tempo todo, desperdiça até 105 litros. Ensaboe a louça com a torneira fechada e depois enxágue tudo de uma vez. Na máquina de lavar são gastos 40 litros. Utilize-a somente quando estiver cheia;
8 - Regar jardins e plantas: No inverno pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã ou à noite. Use mangueira com esguicho-revólver ou regador;
9 - Lavar carro: Com uma mangueira gasta 600 litros de água. Só lave o carro uma vez por mês, com balde de 10 litros, para ensaboar e enxaguar. Para isso, use a água da sobra da máquina de lavar louça;
10 - Na limpeza de quintal e calçadas use vassoura - Se precisar, utilize a água que sai do enxague da máquina de lavar

Fonte: Samae Ibiporã

Última modificação em Sexta, 24 Março 2017 16:44
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2017 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação