25 de Junho, 2019

Samae Ibiporã-PR limpa lagoas de suas ETEs

O custo total dos serviços foi de cerca de R$ 980 mil.

 

Os sistemas de tratamento de esgoto ETE-Norte e ETE-Sul do município de Ibiporã (PR), segundo estudos batimétricos realizados, estavam comprometidos com níveis médios de 85% de assoreamento. Tais unidades são compostas por lagoas de estabilização, que por conta destes níveis de assoreamento, já não apresentavam eficiência suficiente para atender aos parâmetros outorgados para lançamento no corpo receptor.

Devido ao custo previsto da obra e as várias opções disponíveis aplicadas na execução do serviço, a equipe responsável procurou realizar diversas visitas técnicas a outras empresas de saneamento, na busca da que mais se adequasse dentre as opções apresentadas pelo mercado à nossa realidade financeira e operacional.

Em função do grau de comprometimento do sistema, não seria possível esgotar as lagoas para a realização da dragagem do lodo, sendo necessário que o serviço fosse realizado com o sistema em carga, utilizando-se de plataforma flutuante e disposição do lodo em bags construídos em material geotêxtil, utilizados no deságue do lodo.

O volume total de lodo acumulado em três lagoas anaeróbias do sistema Norte, segundo batimetria, seria de 26.000m3. Porém, por conta da limitação de área disponível para disposição de bags e o custo dos serviços, optou-se pela remoção de 50% do lodo, o que resultou em 910 toneladas de material com teor de sólidos na ordem de 15%.

O custo total dos serviços na ETE Norte, considerando o processo de dragagem das lagoas (R$465 mil), aquisição da geomembrana (R$52 mil), brita para drenagem (R$25 mil) e o custo estimado da preparação da área (R$10 mil), ficou em R$553.176,45. Com a execução própria do leito de secagem, foi produzida uma economia de R$ 200 mil comparado ao processo licitatório tido como referência, onde o leito de secagem foi executado a um custo de R$300 mil.

Quanto à ETE Sul, os serviços de dragagem e disposição dos bags ficou em R$369 mil, aquisição da geomembrana (R$36 mil), brita para drenagem (R$16 mil) e o custo estimado para preparação da área (R$10 mil), também projetado e executado por equipe técnica própria. A conclusão das obras da ETE Norte têm um prazo estimado de três meses e ETE Sul quatro meses, quando esperamos restabelecer a eficiência plena dos sistemas, que novamente produzirão efluentes adequados as normas e dispositivos legais vigentes.

Última modificação em Terça, 25 Junho 2019 15:22
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação