04 de Março, 2020

Samae promove mês da água em Jaraguá do Sul

A campanha destaca a qualidade em todo o sistema de captação, tratamento e distribuição da água.

Usar com sabedoria é respeitar o ciclo vital. Esta é a mensagem que o Samae de Jaraguá do Sul (SC) escolheu para o Dia Mundial da Água de 2020, como tema para potencializar a reflexão sobre a importância de cuidarmos do meio ambiente, especialmente da água. Neste ano, a campanha do Dia Mundial da Água destaca a qualidade como principal ingrediente de todo o sistema de captação, tratamento e distribuição da água para os mais de 170 mil jaraguaenses.

Uma nova estação com capacidade para tratar mil litros de água por segundo, uma equipe técnica com alto grau de conhecimento em tratamento, um sistema de distribuição que vem recebendo investimentos e sendo modernizado constantemente, além de contar com servidores comprometidos, fazem do Samae de Jaraguá do Sul referência no saneamento básico em Santa Catarina e no Brasil.

O presidente do Samae, Ademir Izidoro, reforça que o respeito pela preservação da água começa no Samae e continua na casa do cliente. “O tema escolhido foi muito propício, por isso, estamos investindo para que não falte água no futuro. Creio que o Programa de Revitalização da Mata Ciliar é um grande exemplo disso, pois estamos protegendo as margens do Rio Itapocu, para que ele continue por muitos anos ainda nos dando água para ser captada, tratada e distribuída para a população”, comenta. “De nada adianta sermos referência se não tivermos mais água para captar do rio”, enfatiza, lembrando que o Programa prevê o plantio de 41 mil mudas de árvores nativas nas margens do rio, acima da ETA Central do Samae.

Neste sentido de cuidado e respeito com a água, outra preocupação da gestão do Samae é com o desperdício. “Já diminuímos as perdas de 42% para 34% e temos o objetivo de chegarmos a 26%”, diz Izidoro, explicando que os investimentos em substituições de redes antigas, mudança nos sistemas de abastecimento e instalação de macromedidores são parte integrante do planejamento estratégico para reduzir ainda mais o desperdício. “Quando falamos em perdas, temos que reforçar, também, a importância de as pessoas utilizarem a água com sabedoria, evitando o desperdício”.

Programação

Para marcar a passagem do Dia Mundial da Água, o Samae definiu uma programação com diversas atividades, tendo concentrada uma ação mais intensa no dia 22 de março, na Via Verde. A programação é aberta à participação de toda a comunidade.

No dia 7 de março, o primeiro evento será na Praça Ângelo Piazera com o Samae Móvel, entre às 9h e 13h. Além de levar todos os serviços da área comercial (ligações de água e de esgoto, segunda via da fatura de saneamento, negociação de débitos, entre outros), o Samae Móvel terá a equipe de Qualidade e Meio Ambiente dando orientações sobre Educação Ambiental, com ênfase na reciclagem e reutilização de materiais e oficinas de reaproveitamento.

Em duas datas do mês de março, o Samae abre suas portas para a visitação da comunidade. A primeira será no dia 14, às 9h, e a segunda, no dia 25, às 19h. Durante a visita guiada, a população conhecerá a ETA Central, uma das estações de tratamento de água mais modernas do Brasil, como funciona o sistema de tratamento de água, bem como o Espaço de Memória, onde está guardado um pouco da história do saneamento básico do município de Jaraguá do Sul. As pessoas interessadas em conhecer o Samae podem entrar em contato com a autarquia pelo telefone 2106-9100 e garantir a sua vaga, gratuitamente.

Para o dia 21 de março (sábado), está prevista a limpeza do Rio Itapocu, ação que terá como parceiro o Clube de Canoagem Kentucky. Desta vez, o trecho escolhido contempla uma área de pouco mais de dez quilômetros, iniciando na Ponte Alberto Bauer (Nereu Ramos) e finalizando na sede do Clube de Canoagem, ao lado da Ponte Maria Moser Grubba, que liga os bairros Centro e Czerniewicz. A última ação deste tipo aconteceu em junho do ano passado, com saída na sede do Samae até o Clube de Canoagem, resultando no recolhimento de uma tonelada de entulhos do leito do rio.

Já entre os dias 16 a 20, os clientes que compareceram à sede do Samae para atendimento na área comercial receberão uma muda de árvore nativa.

O ponto alto da programação está reservado para o Dia Mundial da Água – 22 de março –, na Via Verde, Bairro Ilha da Figueira. Às 8h, em frente à Praça do Samae, será dada a largada da 1ª Water Run, promovida pelas associações Arsam e Acorjs. A corrida de rua do Dia Mundial da Água deve reunir mais de 300 corredores e oferece opções de quatro ou oito quilômetros e kids. Para esta última modalidade, as inscrições podem ser feitas no local. Já para os corredores de quatro e oito quilômetros é necessário fazer as inscrições com os organizadores. O trajeto será feito na sua maioria pela Via Verde. Para quem quiser participar, mas não pretende competir na Water Run, será feita uma caminhada no mesmo percurso, e no mesmo horário, sendo que não precisa fazer inscrição.

O Samae Móvel estará presente na Via Verde durante o domingo (22), levando orientações e promovendo o recadastramento de clientes, desenvolvendo atividades de educação ambiental. Outras entidades participarão, como a Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente, que fará a distribuição de mudas gratuitamente e a Gang dos Patinhas, que fará uma feira de adoção de animais. A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura de Jaraguá do Sul também é parceira no evento e levará atividades de lazer e brinquedos infláveis para as crianças. Também haverá food trucks à disposição.

Água no mundo

Dados publicados pelo Instituto Trata Brasil, com base em pesquisas de renomadas instituições espalhadas pelo mundo apontam situações alarmantes em relação à água no Planeta Terra. Segundo o Atlas sobre Saúde Infantil e Meio Ambiente mostram que a água, realmente, é essencial para a vida, pois 361 mil crianças menores de cinco anos morrem em razão de diarreia, como resultado do baixo acesso à água tratada, ao saneamento e a condições adequadas de higiene.

Segundo o estudo Progresso em Saneamento e Água 2015, da Organização Mundial da Saúde/UNICEF, 633 milhões de pessoas no mundo continuam sem acesso a uma fonte de água potável, e oito em cada dez pessoa ainda sem acesso à água potável vivem em áreas rurais. Quarenta por cento da população mundial estarão vivendo em áreas com pouco acesso à água em 2050.

No Brasil, segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS 2018), são quase 35 milhões de brasileiros sem o acesso ao abastecimento de água potável, e o Estado do Rio Janeiro é que mais consome água, com média de 248 litros de água por habitante/dia, enquanto que a Organização das Nações Unidas (ONU) diz que 110 litros é a quantidade de água suficiente para atender as necessidades básicas de uma pessoa durante um dia.

Ao distribuir água para o consumo da população, os sistemas sobre perdas, que na média nacional alcançam os 38,5%. No entanto, as regiões Norte e Nordeste apresentam maior índices de perdas do País: 55,5% e 45,9%, respectivamente.

Fonte: Samae Jaraguá do Sul

Última modificação em Quarta, 04 Março 2020 10:06
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação