29 de Agosto, 2018

Daerp e prefeitura investem em saneamento

Recursos serão investidos na construção de 97 quilômetros de interceptores e emissários de esgoto

A prefeitura de Ribeirão Preto, na condição de poder concedente, e o Daerp, como interveniente/anuente, assinaram na tarde desta terça-feira, dia 28 de agosto, no gabinete do chefe do Executivo, o contrato de financiamento de R$130,8 milhões junto à Caixa Econômica Federal, referentes a recursos contratados pela Concessionária Ambient Serviços Ambientais de Ribeirão Preto S/A e a empresa GS Inima Brasil Ltda.

Segundo Afonso Reis Duarte, superintendente do Daerp, os recursos serão investidos na construção de 97 quilômetros de interceptores e emissários de esgoto. A obra possibilitará a universalização do saneamento básico em Ribeirão Preto, construindo a infraestrutura necessária para a captação, afastamento e tratamento de esgoto.

“A previsão da conclusão das obras é até março de 2019. Ribeirão Preto se destacará no cenário nacional como o município deste porte a ter 100% de água tratada, 100% de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado”, disse Afonso.

O prefeito Duarte Nogueira destacou o papel da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, que aprovou por ampla maioria o projeto que possibilitou a relação de contrato com a Ares PCJ, que é a Agência Reguladora de dezenas e dezenas de cidades com este modelo de fiscalização e regulação.

“Foi através destes instrumentos legais e instituídos que a prefeitura de Ribeirão Preto pode, portanto, assinar junto com a Ambient, a GS Inima Brasil Ltda. e a Caixa Econômica Federal”, disse Nogueira.

Com a assinatura do contrato e recursos da ordem de R$137 milhões, Ribeirão Preto cumprirá a meta assumida pela administração municipal para ter, até o ano que vem, a implantação dos 97 quilômetros de rede de interceptores e emissários de esgoto. “Tudo isso para que o esgoto possa ser coletado, afastado e tratado pelas duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs)”.

“Ribeirão Preto é uma cidade com 682.302 habitantes, conforme a última projeção do Censo do IBGE, em 2017, e deve ser, portanto, a maior cidade do Brasil com 300% de saneamento básico: 100% de água tratada, 100% de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado”, comemora o prefeito Nogueira.

 

Fonte: Daerp

 

Última modificação em Quarta, 29 Agosto 2018 15:42
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação