29 de Março, 2019

Daev multa lançamentos de águas pluviais no esgoto

Ao identificar irregularidade, o morador é notificado por escrito e terá o prazo de 30 dias.

O Departamento de Águas e Esgotos de Valinhos (SP) começou a fiscalização nos imóveis do município contra o lançamento de águas pluviais (águas de chuva) nas redes de esgoto. A vistoria será realizada de segunda a sexta-feira, no período das 9h às 15h com aviso prévio.

Ao identificar as ligações ilegais na rede de esgoto, o morador é notificado por escrito, e terá o prazo de 30 dias para regularizar a situação. Se dentro deste período o problema não for resolvido, o munícipe poderá ser multado no valor de R$ 483,55.

“A nossa intenção é solucionar este problema de despejo de água de chuva na rede de esgoto que prejudica profundamente o nosso sistema e o meio ambiente” afirma o presidente do Daev, Pedro Inácio Medeiros.

Entenda mais:

Você sabia que a água de chuva não é esgoto e, por isso, as redes que coletam essas águas não devem se misturar? Quando a água de chuva se mistura com a água de esgoto, por redes clandestinas ou ligações mal feitas, surgem vários problemas como entupimentos, transbordamentos, e problemas na Estação de Tratamento de Esgotos – Capuava, além dos custos extras com produtos químicos e mão de obra.

A tubulação foi feita para receber apenas o esgoto (água usada na pia da cozinha, tanque, chuveiro, vaso sanitário) não comporta o volume das águas de chuva. Por isso quando existe a irregularidade, o efluente não tem por onde sair, retornando para a sua casa ou rompendo as tubulações. O correto é fazer as ligações separadas, para que a rede de esgoto receba apenas esgoto e a galeria de água pluvial, apenas água da chuva.

Destino das águas pluviais (águas de chuva) e esgoto:

A rede de esgoto coleta o efluente dos imóveis e o leva até a estação de tratamento, chamada ETE - Capuava. É tratado e só depois devolvido à natureza.

A rede de água pluvial recolhe a água da chuva (não precisa passar por tratamento) e a leva de volta ao rio.

Cuidado com a multa:

Conforme a Lei 4131/2007 art. 60, não é permitido lançar água de chuva na rede de esgoto. Verifique se as tubulações e ligações da sua residência estão separadas. Chame um encanador para corrigir qualquer irregularidade.  O valor da multa é equivalente ao da tarifa de ligação de água de cinqüenta milímetros (50mm) vigente no mês, que atualmente é R$ 483,55.

Fonte: Daev Valinhos

Última modificação em Sexta, 29 Março 2019 09:59
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação