28 de Julho, 2021

DMAE Poços de Caldas atua em zona rural

A autarquia tem realizado operações de abastecimento em quatro regiões da zona rural do município. 

Garantir a qualidade da água durante todos os dias do ano é uma das principais tarefas do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) de Poços de Caldas (MG), resultado do acompanhamento e monitoramento realizado pelo setor de laboratório da autarquia em todos os bairros da cidade. Mas e quanto à zona rural?

A autarquia vem realizando operações em quatro locais da zona rural, sendo eles: na Escola Municipal José Avelino de Melo e Unidade de Saúde da Família – Fazenda Lambari; na Escola Municipal Prof.ª Carmélia de Castro – Fazenda Souza Lima; Escola Municipal Dona Lúcia Sacoman Junqueira e ESF – Fazenda Aparecida e Escola Municipal Raphael Sanches e Unidade de Saúde da Família – Fazenda Boa Vista.

 Nesses locais, o DMAE realiza as seguintes ações:

Tratamento simplificado da água captada nas nascentes, por meio da filtração e cloração com pastilhas de ácido tricloroisocianúrico, garantindo os padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde;

Conservação e monitoramento de nascentes;

Vistoria em toda a extensão de rede de água da nascente até o reservatório para levantamento das condições físicas dos materiais e, quando necessária, a troca é realizada (com materiais e mão de obra do DMAE);

Lavagem e substituição, quando necessária, de reservatórios e caixas d’água;

Manutenção e retrolavagem dos filtros (semanal);

Monitoramento do cloro residual (semanal);

Envio de caminhão pipa quando ocorrer falta de água na nascente, fato que vem acontecendo frequentemente devido ao período de estiagem;

Análises físico-químicas e bacteriológicas através do laboratório do DMAE com frequência bimestral.

 A engenheira química do DMAE, Amanda Carvalhaes Souto Valim, ressalta que “devido ao período de estiagem que estamos enfrentando, a quantidade de água das nascentes, exceto a região da Fazenda Lambari, diminuiu consideravelmente, fazendo-se necessária a busca por alternativas para aumento da vazão de água para abastecimento", acrescenta. Para isso, foram adotadas as seguintes medidas:

Na Escola Municipal Raphael Sanches, o DMAE forneceu 600 metros de tubo de polietileno para ampliação da linha de captação de água, após sugestão de um morador que indicou uma nova nascente para captação. O laboratório realizou análise dessa nascente e todos os parâmetros se encontraram dentro do permitido;

Na Escola Prof.ª Carmélia de Castro, a quantidade de água disponível na nascente não consegue atender a demanda da escola, além da ruptura de 1500 metros da tubulação de captação. Portanto, o DMAE está levantando a possibilidade de implantação de um poço semi-artesiano para atendimento da escola e do PSF;

Na Escola Municipal Dona Lúcia Sacoman, ocorreu um arrombamento seguido de furto de tampa do reservatório, da bomba submersa e do clorador. O DMAE já está providenciando a confecção de uma nova tampa para o reservatório, e a compra de uma bomba e clorador para reposição.

Texto/Foto: DMAE Poços de Caldas

Última modificação em Quarta, 28 Julho 2021 10:22
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2022 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação