27 de Outubro, 2015

S. André amplia produção da água de reúso

Entre janeiro e setembro, a autarquia já utilizou quase 12 milhões de litros de água de reúso própria

Com o objetivo de poupar água frente à escassez enfrentada em toda a região metropolitana, Santo André tornou-se, recentemente, autossuficiente na produção da água de reúso utilizada no município. Entre janeiro e setembro, a autarquia já utilizou quase 12 milhões de litros de água de reúso própria – ou 1,2 milhão de litros por mês.

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental) deixou de comprar o recurso da Sabesp ainda no início de 2015, quando passou a produzi-lo na Área Operacional Guarará a partir da captação de águas pluviais, após instalação de novas calhas nos prédios da unidade e a construção de um tanque com capacidade de 62 mil litros para reservação. Quando este tanque atinge a sua capacidade, a água é bombeada para os reservatórios de armazenamento. Atualmente a autarquia conta com um espaço de 170 mil litros de reservação.

O Semasa também construiu um reservatório, com capacidade para 120 mil litros, para armazenar a água utilizada na lavagem dos filtros da ETA Guarará. Essa água é, em geral, enviada de volta para a Estação, onde passa por tratamento para tornar-se potável e, assim, ser distribuída para consumo. Mas, em caso de necessidade, o Semasa pode utilizar essa água no reúso. Ou seja, mesmo em períodos sem chuva, existe a produção de água de reúso. No total, a ETA possui quatro filtros, sendo que são lavados dois filtros por dia.

Mina e ar-condicionado – Outra fonte de água de reúso vem de uma mina, localizada no pátio da unidade, que está gerando mais 15 mil litros/dia. A ideia, na área Operacional Guarará do Semasa, é aproveitar ao máximo fontes alternativas, e isso vale até para as gotas que saem dos aparelhos de ar-condicionado: coletadas, ela geram para o reúso 30 litros de água por dia.

O Semasa utiliza o recurso para lavagem de vias das áreas operacionais, desobstrução de redes de esgoto, drenagem e galerias de águas pluviais, além da limpeza das estações elevatórias de esgoto. A Prefeitura de Santo André faz uso desta água para os serviços executados pelo Departamento de Parques e Áreas Verdes (rega de praças e jardins).

Apesar de iniciar a sua produção própria de água de reúso recentemente, o Semasa já utiliza o recurso há 12 anos, sendo pioneiro na região do Grande ABC.

Campanha – A terceira fase da campanha de economia de água do Semasa teve início este mês. Como o mote “A vida sem água fica impossível”, tem como objetivo sensibilizar os moradores mostrando que todas as atividades humanas dependem do recurso. Desde o seu lançamento, em novembro de 2013, a redução do consumo de água em Santo André superou os 26%. Mas, apesar da resposta positiva dos andreenses, os desafios serão ainda maiores no verão, quando o consumo aumenta em média 30%. A nova fase da campanha trabalhará com peças publicitárias em formatos diversos, tanto em jornais e revistas de circulação regional, quanto em sites, e em materiais nos postos de atendimento da autarquia. Futuramente, a divulgação também será realizada por meio de outdoors e busdoor.

Fonte: Semasa Santo André

Última modificação em Terça, 27 Outubro 2015 16:25
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação