03 de Junho, 2022

Daep promove formação em saneamento básico rural

Curso é dado em parceria com Sindicato Rural de Penápolis e Senar

 

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, Daep, em parceria com o Sindicato Rural de Penápolis e Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) promoveu o curso na área de Saneamento Básico Rural e Educação Ambiental nos dias 16 e 17 de maio. 

A formação teórica ocorreu no Centro de Educação Ambiental do Daep e a parte prática no Sítio Santa Luzia, Bairro: Córrego Grande. 

A parte teórica foi ministrada pelo Instrutor do Senar que abordou a parte de Infraestrutura e Educação Ambiental com foco em fragilidade e potencialidade do solo, principalmente sobre o esgoto, pois este deve ter cuidado para ser transportado em meios seguros para seu tratamento, evitando a poluição do solo e a contaminação de corpos d’água.

Já a parte prática foi realizada em propriedade rural, onde foi construída fossa biodigestora.

A disposição segura do esgoto representa melhores condições sanitárias locais, conservação dos recursos naturais, eliminação de focos de poluição e de contaminantes, reduzindo as doenças relacionadas com a falta de saneamento básico.

O objetivo desta capacitação é despertar o interesse em melhorar as condições ambientais, de higiene e prevenção de doenças, por meio do tratamento do esgoto doméstico e destinação correta dos resíduos; sensibilizar para a importância da relação homem e meio ambiente, praticada de forma harmoniosa que reflete na saúde de ambos que caminha para sustentabilidade para as gerações futuras.

Participaram da formação profissionais da área de Educação Ambiental, Educação do município de Turiúba, Produtor rural, representante do Conselho Gestor do Daep e do Conselho Municipal de Meio Ambiente.

 

Segundo a coordenadora do CEA, Fernanda Campachi: “A propriedade rural onde a fossa biodigestora foi construída foi beneficiada através da formação, além é claro  do meio ambiente, pois neste tipo de fossa o esgoto é lançado em um conjunto de três caixas ligadas entre si, por tubos e conexões de PVC, e não ocorre o contato do esgoto  com o solo, córrego ou rio, evitando  contaminar o solo, o lençol freático além de não comprometer a saúde do homem do campo”.

 

Texto: Lucas Campos

Fotos: Assessoria

Última modificação em Quarta, 13 Julho 2022 16:47
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2022 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação