08 de Maio, 2019

49º CNSA: gestores de saneamento expõem experiências exitosas

Jaraguá do Sul, Novo Hamburgo e Lucas do Rio Verde destacam ações desenvolvidas

Três municípios brasileiros, que são considerados referência na oferta de saneamento aos seus cidadãos, estiveram em destaque na mesa-redonda número quatro, na terça-feira (7) durante o 49º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae: Jaraguá do Sul (SC), Novo Hamburgo (RS) e Lucas do Rio Verde (MT).

Lucas do Rio Verde, cidade mato-grossense, teve um breve histórico do saneamento local com a explanação de Raimundo Dantas de Souza Filho, diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) da cidade. A cidade tem pouco mais de 63 mil habitantes.

Formado em Administração e especializado em Gestão, Raimundo disse que gerencia o SAAE considerando aspectos como a elaboração de planos e metas bem definidos, transparência nas ações, constantes avaliações dos resultados e plenamente apoiado em modernas tecnologias.

Com uma população estimada em pouco mais de 174 mil habitantes (2018), a cidade catarinense de Jaraguá do Sul foi representada por Ademir Izidoro, diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) que serve o município.

Izidoro apresentou dados da cidade onde vive, destacando que 99% da água distribuída é tratada e o serviço de esgoto atende 90% da população em 2019. Além disso, desde o ano passado, o município vem realizando um novo trabalho com resíduos sólidos.

Coube a Silvio Paulo Klein, diretor de Relacionamento com o Cliente da COMUSA - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo (RS), município que tem uma população estimada em 246 mil habitantes, relatar a história dos serviços de saneamento na sua cidade.

Klein traçou a trajetória do setor na cidade gaúcha, com ênfase na luta pela municipalização dos serviços de saneamento. Hoje, a autarquia fornece água potável a 98% da área urbana da cidade e busca incrementar os seus serviços. Após a criação da COMUSA, foram resolvidos problemas crônicos de abastecimento e colocadas em prática ideias inovadoras no tratamento de água.

O público presente, quase que em sua totalidade, técnicos e gestores de todo o país, ouviu atentamente a narrativa dos gestores que explanaram e, ao final, fez indagações a respeito dos serviços de saneamento, de uma forma geral. A mesa-redonda foi coordenada pelo presidente da Assemae Regional do Rio Grande do Sul, Alvaro Alencar.

Última modificação em Quarta, 08 Maio 2019 15:07
Mais nesta categoria:

ASSEMAE © 2016 | Todos os direitos reservados