28 de Novembro, 2016

Samae Caxias do Sul investe em saneamento

Serão investidos 3,5 milhões em obras nas áreas de saneamento e abastecimento.

O Prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, assina nesta quarta-feira (30/11) a ordem de início de mais três importantes obras nas áreas de saneamento e abastecimento. Em um investimento de mais de R$ 3,5 milhões, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) inicia a implantação da adutora de Galópolis, que passa a receber água do Faxinal, a reforma no vertedouro do Complexo Dal Bó, que terá a tubulação substituída por uma galeria de concreto e a construção de uma nova rede que levará o esgoto do Serrano para a ETE Canyon, possibilitando a desativação da ETE Rivadávia Azambuja Guimarães. O ato ocorre às 10h no Salão Nobre do Centro Administrativo.

ADUTORA DE GALÓPOLIS: Serão executados 6,1 mil metros de rede PVC DN 250, desde a Igreja Nossa Senhora das Graças até a Estação de Tratamento de Água de Galópolis. A obra, com prazo de seis meses para conclusão, será executada pela empresa Nort Brasil com um valor estimado de R$ 1,7 milhão. O objetivo é desativar a ETA Galópolis que, seguidamente, apresenta problemas para conseguir tratar água. Dessa forma, o distrito será abastecido pela ETA Parque da Imprensa, Sistema Faxinal.

VERTEDOURO DAL BÓ: Originalmente implantado em tubos de aço galvanizado, o vertedor de reforço da barragem São Miguel (Dal Bó), com a ação do tempo, tipo de solo, entre outros fatores, apresentou rompimentos, causando transtornos, além de prejudicar a via. Essa tubulação será substituída por uma galeria de concreto com a instalação de caixas redutoras de velocidade de escoamento das águas. O trecho fica na rua Amadeo Rossi, próximo à rua Dr. Luis Galichio. A empresa vencedora da licitação foi a Terrapleno Engenharia e Obras LTDA e o investimento para a reforma é de R$ 1,2 milhão.

EMISSÁRIO SES SERRANO – ETE CANYON: A obra do emissário consiste na implantação de tubulação que viabilizará a desativação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Rivadávia Azambuja Guimarães, componente do Sistema de Esgotamento Sanitário – SES Serrano, tendo em vista o avançado grau de depreciação que a ETE se encontra e sem condições para sua recuperação ou reforma. O efluente será levado pela tubulação da ETE Serrano para a ETE Canyon. A empresa vencedora da licitação foi a Terrapleno Engenharia e Obras LTDA e o investimento para a reforma é na ordem de R$ 635 mil.

Fonte: Samae Caxias do Sul

Última modificação em Segunda, 28 Novembro 2016 16:52
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2017 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação