02 de Dezembro, 2016

Sanasa premia projetos sustentáveis

Sete projetos receberam a premiação nessa quinta-feira durante a nona edição do Prêmio RAC-Sanasa de Responsabilidade Ambiental.

Sete projetos vencedores da nona edição do Prêmio RAC-Sanasa de Responsabilidade Ambiental receberam a premiação nessa quinta-feira, 1º de dezembro. O evento aconteceu no Auditório Capivari, na sede da empresa de saneamento, e contou com a presença do vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira; do presidente da Sanasa, Arly de Lara Romêo; do diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Sanasa, Pedro Cláudio da Silva; do diretor-presidente do Grupo RAC, Silvino de Godoy Neto; e do deputado federal Luiz Lauro Filho, presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados.

Entre os meses de fevereiro e outubro deste ano, o jornal Correio Popular publicou os 39 projetos participantes sobre temas relacionados à preservação do meio ambiente. Na categoria público-privado, os premiados foram: Cimelia Reciclagem do Brasil, com o objetivo de garantir a destinação correta para o lixo eletrônico; ERS (Eletronic Recycling Services), empresa especializa em gestão sustentável de resíduos eletrônicos, e Recap – 3º Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Campinas e Região, que desenvolve um programa de coleta de resíduos.

Como na categoria terceiro setor houve empate, quatro projetos foram premiados. São eles: Barco Escola, associação localizada na Praia dos Namorados (Americana) que oferece programas de educação ambiental; Instituto Padre Haroldo, que, por meio de oficinas de arte, cultura e esportes, desenvolve projetos sustentáveis; Associação Anhumas Quero-Quero (AAQQ), que utiliza um laboratório de ciência para oficinas multidisciplinares com foco socioambiental, e Fundação Eufraten, que faz um trabalho de restauração e revitalização com ajuda de educandos e voluntários.

O deputado federal, como presidente da Comissão da Câmara, parabenizou a iniciativa do prêmio e destacou importância de se discutir temas relacionados ao meio ambiente.

Para o vice-prefeito Henrique Magalhães, que representou o prefeito Jonas Donizette, o Projeto RAC-Sanasa possibilita a junção da iniciativa privada e do poder público para alcançar o mesmo objetivo. “São projetos que estão construindo uma cultura da sustentabilidade que vai além do meio ambiente”, declarou.

O diretor Pedro Cláudio da Silva, que na ocasião discursou em nome do presidente Arly de Lara Romêo, reconheceu a importância dessa parceria que motiva e desperta o interesse por ações concretas na direção da sustentabilidade. “Saneamento é saúde. Saneamento é sustentabilidade. A Sanasa deverá, até o fim deste ano, bater recorde de investimentos de cerca de R$ 450 milhões nos últimos quatro anos do governo Jonas Donizette”, reforçou.

“O projeto ambiental é uma das facetas da nova realidade. Os tímidos projetos do início do projeto estão se tornando cada vez mais significativos”, concluiu o diretor-presidente Silvino de Godoy Neto.

Fonte: Sanasa

Última modificação em Sexta, 02 Dezembro 2016 17:28
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação