19 de Abril, 2017

Dmae Uberlândia é referência nacional

O laboratório de hidrometria do Dmae é reconhecido pelo sistema de combate a perdas na distribuição de água. 

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Uberlândia recebeu nesta terça-feira, 18, a visita de funcionários dos departamentos de água e esgoto das cidades mineiras de Cambuí, Itabirito, Lagoa Formosa, Machado, Poços de Caldas e Três Pontas, que vieram conhecer o laboratório de hidrometria utilizado na autarquia. Este sistema ajuda na redução do desperdício da água distribuída pelo Dmae.

Esta não é a primeira vez que o Dmae recebe representantes de outras cidades. Ituiutaba, Monte Carmelo, Araguari, Uberaba e Ribeirão Preto também já conheceram o laboratório de hidrometria do Dmae. “Sempre recebemos os visitantes porque nós tornamos uma referência devido à qualidade do nosso laboratório. Os representantes dos municípios vêm conhecer nosso sistema de combate às perdas [laboratório de hidrometria] e também o setor de combate à fraude”, explica Leonardo Vieira da Silva, gerente de fiscalização do Dmae. A evolução na redução das perdas na distribuição foi apontada pelo Instituto Trata Brasil como o principal fator que colocou Uberlândia em 2º lugar do país no ranking, divulgado em fevereiro deste ano.

Uma das visitas foi dos técnicos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Machado, localizada no Sul de Minas Gerais. Com uma população de 65 mil habitantes e 12 mil ligações de água, os índices de perda em Machado chegam a quase 30%. “Pretendemos reduzir todas as perdas que geram prejuízo para o município e para a população. O Dmae é um exemplo para nós e aqui aprendemos sobre a importância de seguir normas e de como um laboratório bem equipado pode ser determinante para oferecer um serviço de qualidade”, conta Paulo Henrique Ferreira, chefe de manutenção do SAAE.

O laboratório de hidrometria permite o controle dos medidores (hidrômetros) que são instalados nas redes de distribuição de água. Todos os equipamentos passam por um rigoroso controle de qualidade para verificar se estão em conformidade com as normas técnicas e com isso garantir que estão em perfeito funcionamento. As perdas aqui em Uberlândia chegam a 28%. “Conseguimos fazer um controle melhor das nossas perdas, passamos a adquirir equipamento melhores e os fabricantes de renome do Brasil são os nossos principais fornecedores. Quando começamos o laboratório eram aproximadamente 120 mil ligações de água, hoje são mais de 186 mil. Já temos um projeto pronto para atender Uberlândia com mais de 2 milhões de habitantes”, explica Leonardo Vieira. O diferencial é que todos os medidores passam obrigatoriamente pelo laboratório de hidrometria do Dmae.

Fonte: Dmae Uberlândia

Última modificação em Quarta, 19 Abril 2017 15:24
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2017 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação