29 de Novembro, 2018

Ribeirão Preto recebe Seminário de Saneamento da Assemae

Municípios são orientados para a qualidade e transparência na prestação dos serviços públicos de saneamento. 

O primeiro dia de atividades do X Seminário de Tecnologia em Saneamento Ambiental teve como foco o debate sobre a regulação, qualidade e transparência no setor de saneamento. Na abertura do evento, realizada nesta quinta-feira (29/11), em Ribeirão Preto (SP), os participantes acompanharam a saudação das autoridades locais, as quais ressaltaram os avanços conquistados pelo Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto (DAERP), autarquia que se tornou referência nacional.

O presidente da Assemae Regional de São Paulo, Gustavo Prado, agradeceu a participação dos municípios e o apoio para a realização do Seminário. Segundo ele, a iniciativa visa incentivar a troca de experiência entre técnicos e gestores municipais, levando soluções tecnológicas ao dia a dia do saneamento.

Já o presidente nacional da Assemae, Aparecido Hojaij, destacou a mobilização da entidade que culminou na derrubada da Medida Provisória 844, cujas alterações propostas poderiam desestruturar as políticas públicas de saneamento básico no Brasil. Conforme frisou Aparecido, eventos como esse reforçam o compromisso dos municípios em busca da eficiência na prestação dos serviços públicos do setor.

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, ressaltou a aplicação de R$ 137 milhões em 97 quilômetros de coletores e interceptores de esgotos, com previsão de término em março de 2019. Segundo ele, a cidade será uma das principais vitrines de saneamento básico, atingindo os índices de 100% de água tratada, 100 % de esgoto coletado e 100% de esgoto tratado.

Para o superintendente do DAERP, Afonso Reis Duarte, a autarquia tem investido fortemente na redução de perdas totais de água, com o planejamento da setorização da distribuição, além de investimentos de aproximadamente R$ 96 milhões em três anos, o que resultará na redução de perdas de 59% para 30% em 2021.

Após a abertura oficial, a programação seguiu com apresentações de tecnologias, minicurso sobre o controle perdas e oficina de precificação, além de painéis que abordaram a governança no setor de saneamento e a regulação como instrumento de qualidade. O evento continua na sexta-feira, 30/11, a partir de uma nova rodada de atividades. 

O Seminário é uma iniciativa da Assemae Regional de São Paulo, com o patrocínio da agência reguladora ARES PCJ e apoio institucional da FAAP. 

Última modificação em Quinta, 29 Novembro 2018 19:14
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação