29 de Junho, 2020

Samae Jaraguá do Sul amplia rede de água

A nova adutora atenderá o bairro Santa Luzia, com investimento estimado em R$ 765 mil.

A partir desta terça-feira (30 de junho), o Samae de Jaraguá do Sul (SC) fará a implantação de uma nova adutora de água para abastecer o Bairro Santa Luzia. A informação é da diretora presidente da autarquia da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Evânia Aparecida Duarte Liebl, acrescentando que a recente estiagem reforçou a necessidade desta obra, que já estava prevista no Planejamento Estratégico do Samae.

Atualmente, no Santa Luzia, a água é captada de um ribeirão, tratada e distribuída pelas redes já existentes aos mais de 3.500 moradores. Com a nova adutora, o Samae levará água da ETA Central para aquela comunidade, oferecendo mais segurança no abastecimento, especialmente nos períodos de estiagem ou de chuva intensa.

Após avaliar a viabilidade, na última sexta-feira (26), a diretoria do Samae decidiu iniciar a implantação da nova rede já nesta semana, a partir da rotatória em frente à Igreja São João (Vila Chartres) até a Igreja Santa Luzia, pelo lado direito da Estrada Waldemar Gumz e da Rua Carlos Frederico Ramthum, sentido bairro. Serão 5,2 km de redes de PVC de 200 milímetros, com investimento estimado em R$ 765 mil. Além da rede, serão instalados dois boosters para dar mais pressão e levar água aos pontos mais elevados do bairro. “Com essa iniciativa, o Samae poderá desativar o sistema independente que funciona lá desde a década de 1990 e que tem capacidade para tratar cerca de dez litros de água por segundo. Esse sistema é muito vulnerável, pois em períodos de estiagem não tem água suficiente, e em períodos de chuva forte, a turbidez impede o tratamento, deixando os moradores sem água”, explica.

Para executar a implantação da nova adutora, será necessária a interdição de meia pista da Estrada Waldemar Gumz e da Rua Carlos Frederico Ramthum, no horário das 7h30 às 17h30. “Pedimos a atenção dos motoristas e temos a certeza de que essa obra será de grande importância para os moradores de Santa Luzia”, diz a presidente.

Por meio do Plano de Ampliação do Saneamento (PAS), o Samae já desativou quatro dos cinco sistemas independentes de tratamento de água: SI Krause, SI Águas Claras, SI Boa Vista e SI Rio Molha. “Estes investimentos foram muito importantes para que não houvesse a falta de água à população durante a estiagem. Agora, chegou a vez do Santa Luzia”, comenta a presidente, referindo-se à possibilidade de desativação do último chamado sistema independente mantido pelo Samae.

Fonte: Samae Jaraguá do Sul

Última modificação em Segunda, 29 Junho 2020 10:12
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação