15 de Setembro, 2015

Volta Redonda investe no tratamento de esgotos

Com a inauguração de uma nova ETE, cerca de 40% do esgoto de Volta Redonda está sendo tratado

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, inaugurou em abril desse ano a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Eng.º Gil Portugal, com capacidade para tratar uma vazão média afluente de 140 litros por segundo.

A obra representa um investimento público de R$ 27 milhões em saneamento básico, destinados ao tratamento do esgoto de 21 bairros, o que compreende aproximadamente 75 mil pessoas. Após a chegada da ETE, cerca de 40% do esgoto de Volta Redonda está sendo tratado.

A ETE utiliza uma técnica de tratamento aeróbio e anaeróbio, com capacidade para remover pelo menos 95% da carga orgânica afluente, que termina devolvida ao meio ambiente quase cristalina. A água tratada na ETE pode ser reutilizada para a lavagem de praças e regagem de jardins públicos, como uma medida de economia e responsabilidade ambiental.

Fonte: SAAE Volta Redonda

Última modificação em Terça, 15 Setembro 2015 09:44
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação